Coimbra  23 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PJ deteve homem por ser presumível autor de disparos dentro de uma discoteca

6 de Julho 2020 Jornal Campeão: PJ deteve homem por ser presumível autor de disparos dentro de uma discoteca

A Directoria do Centro da Polícia Judiciária procedeu à detenção de um cidadão, de 37 anos, por alegada prática dos crimes de ofensa à integridade física, coacção e detenção de arma proibida, no interior de uma discoteca, em Coimbra.

Os crimes remontam à madrugada de 13 de Outubro de 2019, quando o agora detido “exercia a actividade profissional de segurança numa discoteca e “terá agredido, com grande violência, um cliente daquele espaço diversão nocturna, que procurou entrar no estabelecimento, perto da hora de encerramento, infligindo-lhe múltiplos socos, parte dos quais com recurso a uma soqueira”, revela a PJ.

“No seguimento da contenda, o segurança muniu-se de uma arma de fogo, efectuando um disparo na direcção do tecto, numa altura em que se encontrava no local um grande aglomerado de clientes, apontando de seguida a arma na direcção da vítima, coagindo-a a abandonar o local”, adianta a Polícia, sublinhando que “no decurso das diligências que se seguiram à ocorrência dos factos, foram recolhidos elementos probatórios que permitiram reconstituir a sequência dos acontecimentos”.

O homem foi detido em cumprimento de mandado de detenção, emitido pelo Departamento de Investigação e Acção Criminal (DIAP) de Coimbra, e presente a primeiro interrogatório judicial, foram-lhe aplicadas as medidas de coacção de apresentações bissemanais às autoridades, proibição de contactos com a vítima e inibição de acesso a armas de fogo.

Refira-se que o indivíduo não tinha antecedentes criminais.