Coimbra  20 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PJ deteve duas pessoas em Arganil na operação “Sinal aberto”

2 de Junho 2017

A Polícia Judiciária (PJ) , através da Directoria do Centro, deteve duas pessoas, em Arganil,  no âmbito da operação “Sinal aberto”, de combate à prática criminosa conhecida como “cardsharing” (partilha ilegal de sinal de televisão).

Os detidos em flagrante delito são dois homens, de 40 e 46 anos de idade, casados, suspeitos da prática dos crimes de burla informática, acesso ilegítimo, detenção de dispositivos ilícitos, posse de armas e munições proibidas e receptação de veículo automóvel furtado.

Foram, ainda, constituídos como arguidos mais seis suspeitos,  alegados clientes do ‘cardsharing’, com fonte da PJ de Coimbra a sublinhar que os clientes que têm consciência da recepção de sinal obtido de forma ilegal “estão a comparticipar no crime”.

No âmbito da operação, a PJ refere que concretizou 12 buscas em residências, num estabelecimento comercial e em veículos automóveis, tendo apreendido diverso equipamento informático e electrónico, que estava em pleno funcionamento a aceder e a partilhar conteúdos de televisão, sem que para isso estivesse legalizado.

Em resultado das buscas foi apreendido material informático e electrónico, designadamente diversos discos rígidos, mais de uma dezena de antenas, mais de três dezenas de “boxes”, mais de uma dezena de “switches” de rede, diversos ‘routers’, telemóveis, duas armas e munições proibidas e uma viatura automóvel furtada.

Os detidos dois detidos foram presentes à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coacção, tendo ficado sujeitos a apresentações trissemanais e bissemanais às autoridades, respectivamente.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com