Coimbra  19 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

“Penela Presépio” está de regresso e úne-se ao “Castelo Mágico”

26 de Novembro 2018 Jornal Campeão: “Penela Presépio” está de regresso e úne-se ao “Castelo Mágico”

Maria Marmé, presidente da União de Freguesias de S. Miguel, Santa Eufémia e Rabaçal; Luís Dias, presidente da Junta de Freguesia do Espinhal; Luís Matias, presidente da Câmara de Penela; Emílio Torrão, líder do Município de Montemor-o-Velho; e Rui Seoane Pereira, vice-presidente da Câmara de Penela

 

O presépio mais famoso da região Centro abre portas, pela 11.ª vez, este sábado (01), no castelo de Penela, esperando superar os 50 000 visitantes da edição anterior e numa perspectiva de promoção do território úne-se, numa parceria inovadora, ao “Castelo Mágico” de Montemor-o-Velho.

A vila de Penela acolhe, assim, a sua maior realização anual, que se prolongará até 06 de Janeiro, sempre com o objectivo de “melhorar a experiência da visita ao presépio e ao território”.

Durante cerca de 40 dias, Penela oferece aos milhares de visitantes um programa recheado de actividades e magia, a pensar nas crianças, mas, sobretudo, nas famílias.

Incluído no “Penela Presépio”, e como habitualmente, está o presépio animado no castelo, no interior de uma tenda com cerca de 600 metros quadrados, com mais de 200 imagens alusivas ao nascimento do Jesus e à época, que se movimentam e impressas através da tecnologia de impressões em 3D. Também o presépio tradicional do Espinhal, que retrata aquela vila e outras localidades penelenses, é motivo de visita; assim como o presépio ao vivo, no castelo; o mercadinho de Natal; a animação de rua; a exposição de ferromodelismo no Espinhal; o ‘playground radical’; a exposição de presépios (expostos nos locais mais emblemáticos do concelho) e, claro, o comboio de Natal. Não faltará animação infantil, com insufláveis, pinturas faciais e modelagem de balões, além da ‘Hora do Conto’.

As mudanças e novidades têm-se verificado de ano para ano, seja com o aumento da área dedicada ao presépio animado, seja com o crescimento das figuras que fazem parte do mesmo e que transportam o visitante, seja miúdo ou adulto para um mundo imaginário e de magia. Também o ‘Penela Go’, um jogo para telemóveis, estará em funcionamento nesta época, oferecendo “mobilidade aos visitantes e permitindo uma visita as ruas da vila de Penela e uma eventual dinamização do comércio tradicional local”.

Quanto ao ex-libris do evento, Luís Matias, presidente da Câmara Municipal, explica que “os cenários são sempre diferentes e melhoram a cada ano, mas o desafio também é esse”, explicou, notando que os inquéritos de satisfação feitos anualmente aos visitantes revelam que o ‘Penela Presépio’ “está cada ano melhor” e, alguns, são presenças anuais.

“O Penela Presépio foi melhorando e inovando a cada ano, aliando a tecnologia de ponta com artes mais tradicionais, como a carpintaria, beneficiando sempre do talento local”, realçou Luís Matias.

O autarca considera, contudo, que o que merece maior destaque é o facto desta realização ter envolvido toda a comunidade, “num evento que não é apenas do Município, nem do concelho, mas sim de toda a região”, afirmou o autarca penelense, adiantando que o mesmo é de extrema importância, até para a promoção do território e para a dinamização da economia local.

Em 2018, o evento vê toda a sua imagem renovada e modernizada, à qual se adiciona agora uma linha de ‘merchandising’ (ímanes, canecas, etc.) que poderá ser adquirida pelos visitantes.

A autarquia investiu, este ano, cerca de 150 000 euros no evento, um valor semelhante a anos anteriores mas que, para Luís Matias é visto, precisamente, como “investimento e não como despesa”, até porque o valor angariado durante o evento é canalizado para o pelouro da Acção Social do Município.

Eventos complementares e não concorrentes”

A maior novidade deste ano está, contudo, numa parceria que, à partida, poderia ser improvável: o “Penela Presépio” interliga-se ao primeiro grande evento natalício de Montemor-o-Velho – “Castelo Mágico – Uma viagem ao sonho de Natal”.

“Acredito que fomos um exemplo e uma fonte de inspiração para outros municípios, como é o caso de Montemor”, notou Luís Matias, contudo, ao contrário do que se poderia esperar, “estes são dois eventos que se complementam e não concorrentes”.

O autarca sublinhou, ainda, a importância desta parceria por exaltar “o que os concelhos têm de identitário e simbólico”, que no caso de ambos são os seus castelos.

O objectivo dos dois eventos é, por isso, comum: “reforçar a presença de turistas na região Centro e dar um novo produto turístico natalício, integrado e complementar, às pessoas, para que fiquem e que queiram voltar no futuro”, realçou Luís Matias, sublinhando que esta é, também, uma forma de “dinamizar e valorizar, quer os produtos endógenos como o território”.

Na apresentação do “Penela Presépio” esteve o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, que deixou uma palavra de agradecimento e elogio ao congénere, adiantando que esta “é uma lição de intermunicipalismo”, porque os objectivos são comuns aos dois concelhos: potenciar o que ambos têm para oferecer e, por isso, “a ideia é que as pessoas possam, num dia, visitar os dois eventos e comprovem como se complementam”.

Assim, os visitantes terão descontos nos dois eventos, desde que apresentem o bilhete de um deles. Em Penela terão desconto de um euro face ao bilhete normal, aquando da apresentação da entrada no “Castelo Mágico”; por conseguinte, quem apresentar o bilhete do “Penela Presépio” em Montemor-o-Velho pagará apenas três euros.

“Esta parceria vai ajudar-nos a divulgar o nosso evento e fazer o ‘Penela Presépio’ ainda mais forte”, notou Emílio Torrão, garantindo que “o Natal é ao Centro e Montemor e Penela estão no centro do Natal”.

Merchandising Penela Presépio

Uma das novidades do ‘Penela Presépio’ de 2018 são os produtos associados ao evento e que podem ser adquiridos pelos visitantes