Coimbra  24 de Fevereiro de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Pampilhosa da Serra recebe iniciativa de apoio às artes

9 de Janeiro 2024 Jornal Campeão: Pampilhosa da Serra recebe iniciativa de apoio às artes

O director-geral das Artes, Américo Rodrigues, destacou na segunda-feira (8) a importância do programa Artes e Coesão Territorial, durante o primeiro encontro de projectos realizado na Pampilhosa da Serra. Este programa visa impulsionar a actividade artística em territórios de baixa densidade cultural, promovendo uma discriminação positiva de apoio onde é mais necessário.

Américo Rodrigues revelou que foram aprovados 34 projectos em diversas áreas artísticas, abrangendo locais com pouca oferta ou criação artística profissional. Este apoio é direccionado especialmente a zonas identificadas com maiores dificuldades e fragilidades no trabalho artístico profissional, como a região de Trás-os-Montes e alguns municípios do Centro.

“É a primeira vez que, num mapa de apoio às artes, não há nenhum concelho do litoral, porque o apoio é mesmo dado aos sítios que necessitam desse reforço”, destacou o director-geral das Artes.

Uma característica dos projectos apoiados é o envolvimento das comunidades, não apenas como figurantes, mas como autores ou actores activos nos processos artísticos. Esses projectos terão uma duração de dois anos, apesar dos apoios serem anuais, e serão monitorizados pelo Observatório Português de Actividades Culturais.

Américo Rodrigues expressou o desejo de dar continuidade ao programa, lançando um novo concurso daqui a dois anos, com mais financiamento e envolvimento de outras parcerias. O objectivo é contribuir para que áreas isoladas, com baixa densidade populacional, recebam apoio para desenvolverem trabalho artístico profissional.

Rui Telmo Gomes, do Observatório Português para as Artes Culturais, ressaltou que a maioria dos projectos tem raízes culturais profundas nos territórios onde serão desenvolvidos. Entre os critérios de avaliação, destacou o enraizamento e a vinculação aos territórios, bem como a capacidade de planear estratégias de continuidade para além do período financiado.