Coimbra  30 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Pampilhosa da Serra: Exposição mostra “Novos Olhares sobre os Produtos Turísticos”

25 de Outubro 2020 Jornal Campeão: Pampilhosa da Serra: Exposição mostra “Novos Olhares sobre os Produtos Turísticos”

Foi apresentada na Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra a exposição “Novos Olhares sobre os Produtos Turísticos”, uma iniciativa da CIM no âmbito do projecto “Região de Coimbra Turismo 2020.

A sessão, no sábado, marcou o início da itinerância pelos 19 Municípios que integram a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, depois de ao longo de vários meses terem sido captadas imagens dos recursos paisagísticos, patrimoniais, culturais, gastronómicos e históricos patentes nos vários territórios.

Para José Brito, presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, esta exposição demonstra “muito do que de melhor existe, em todas as áreas, na maior comunidade intermunicipal do país”, uma região que “vai do mar até à serra”.

O autarca salientou o “património enorme” da região, que a CIM Região de Coimbra tem ajudado a potenciar através de “diversas iniciativas”. Este dinamismo, acrescentou José Brito, deve-se muito a “sabedoria”, “dinâmica” e “capacidade de trabalho” de Jorge Brito, Secretário Executivo da CIM Região de Coimbra que se encontra a cessar funções.

O dirigente, que se prepara para assumir o cargo de vice-presidente da CCDR Centro, notou que a exposição é apenas “uma peça de um puzzle” de um projecto maior e uma abordagem diferente sobre o “riquíssimo” e “heterogéneo” património da região.

No entender de Jorge Brito, no actual contexto pandémico, “a força da imagem” é a “melhor forma de atrair pessoas” aos diferentes territórios, sendo que neste caso o objectivo é fazer com que quem visita a exposição se sinta “convidado” a descobrir o que está na fotografia.

A Directora Regional de Cultura do Centro, Susana Menezes, destacou por sua vez a “maravilhosa síntese daquilo que é o território”, espelhada na exposição, assim como a sua “dimensão estética”.

Susana Menezes expressou, ainda, que “não faz sentido alimentar a economia do conforto” e que a “cultura também é segura”. Valorizando o empenho dos Município da Região de Coimbra por perceberem a importância deste tipo de projectos, a dirigente constatou que “está na hora voltar à cultura” e que “a cultura não se faz sem público”.

O projeto, que também inclui um catálogo fotográfico e um vídeo promocional, terá uma permanência de oito dias em cada concelho e estará em exibição até Julho de 2021, altura em que será apresentado no Município de Vila Nova de Poiares. A sua elaboração técnica e criativa, que mereceu diversos elogios ao longo da sessão de apresentação, esteve a cargo da empresa “Armazém Criativo”.