Coimbra  16 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Pampiarte de regresso para mostrar o melhor da freguesia

13 de Julho 2018

“Brinquedos com Memória” é o tema deste ano da 14.ª edição da Pampiarte, na freguesia da Pampilhosa, na Mealhada, que tem início já amanhã (13) e prolonga-se até domingo (15).

O evento, que pretende ser uma mostra do que existe nesta freguesia, vai decorrer na antiga Escola Básica n.º 1 de Pampilhosa e as entradas são totalmente livres.

O certame “tem vindo a crescer” desde o início, há 14 anos, conquistando expositores desde a primeira edição. Este ano são 16 os stands com artesãos, a maioria da freguesia, mas alguns já do concelho também.

“Esta feira começou como um projecto para reunir os artesãos locais, dando-lhes um espaço para expor os seus trabalhos”, explica Rosalina Nogueira, presidente da Junta de Freguesia de Pampilhosa, entidade promotora do certame. A autarca sublinha que a adesão da população tem sido muito boa, motivo pelo qual a Pampiarte tem vindo a crescer.

Todos os anos, o tema da feira é motivo de uma exposição, com trabalhos elaborados pelas crianças das escolas, um desafio proposto pela própria Junta. A mostra destas obras será animada pelas associações locais, “que todos os dias vão colaborar com na animação do certame, sendo uma forma de também se darem a conhecer”, explica Rosalina Nogueira.

Para atrair as crianças, a organização decidiu instalar alguns insufláveis no recinto, no sábado e domingo.

O crescimento da própria feira significa, também, que os visitantes estão também a aumentar e vêm, maioritariamente, daquela freguesia, mas também de todo o concelho e até de municípios vizinhos.

“As expectativas são boas e esperamos que o tempo ajude”, afirma a autarca.

Festa na freguesia continua até segunda-feira

Por ter tão grande aceitação, a Pampiarte começou a ser integrada nas festas da freguesia, em honra de Santa Marinha, e que se irão prolongar até segunda-feira (16). O programa destas festividades de cariz religioso começam, também, amanhã (13) mas prolongam-se até ao início da próxima semana, sendo organizadas por uma Comissão de Festas – “O Gang dos Pampilhos”-, “que não quis deixar morrer a tradição”, sublinha a presidente de Junta.

As festas realizam-se no largo das Covas da Baganha, um espaço que foi recentemente remodelado (resultado do Orçamento Participativo do ano anterior) e que está na zona envolvente onde decorre a Pampiarte.

Do programa faz parte a música, com actuações da banda VIP; NGK; Zé do Pipo (sábado, às 23h30); da Filarmónica Pampilhosense; grupo Vinil e o grupo Tema. A festa inicia-se amanhã (13), pelas 08h00, com a salva de tiros, mas o ponto alto destas festas será no domingo, pelas 16h00, com Eucaristia, seguida de procissão pelas ruas da vila, passando pelos recintos da festa e também da Pampiarte.

“Esta é uma festa sempre bastante animada e muito tradicional na Pampilhosa”, nota Regina Nogueira, salientando que “tem muitos devotos que seguem os seis ou sete andores pelas ruas”.

A procissão será acompanhada pela Filarmónia Pampilhosense.

No espaço haverá os tradicionais locais para petiscos e bebidas, com bar permanente, bem como a quermesse.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com