Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Palácio da Justiça de Coimbra assinala 90 anos com concerto nocturno na rua da Sofia

17 de Junho 2024 Jornal Campeão: Palácio da Justiça de Coimbra assinala 90 anos com concerto nocturno na rua da Sofia

O Palácio da Justiça de Coimbra vai assinalar o seu 90.º aniversário com um concerto nocturno à entrada do edifício, no limite sul da rua da Sofia, que é Património Mundial da UNESCO há mais de uma década.

“Um concerto desta natureza vai movimentar pessoas e trazê-las à Baixa de Coimbra e às portas do Palácio da Justiça. Mostra que esta não é apenas casa da justiça, mas também de cultura”, apontou o presidente do Tribunal da Relação de Coimbra, Jorge Loureiro.

A rua da Sofia, na Baixa da cidade de Coimbra, acolhe às 21h00 do dia 29 de Junho, um concerto com a Orquestra Clássica do Centro, que pretende comemorar os 90 anos do Palácio da Justiça e homenagear Manuel Rodrigues Júnior, antigo professor de Direito e ministro da Justiça.

Em conferência de imprensa, que decorreu ao início da tarde, a presidente da direcção da Orquestra Clássica do Centro, Emília Martins, revelou que em palco estarão mais de 180 músicos, que terão como pano de fundo a rua da Sofia, bem como a Alta e a Universidade de Coimbra, que são Património Mundial da UNESCO.

O concerto é de entrada gratuita, terá entre 800 e mil lugares sentados, que poderão ser reservados na página de internet da Orquestra Clássica do Centro, e uma duração de aproximadamente uma hora e meia, sob a direcção de Sérgio Alapont.

“Terá dois solistas: o tenor João Farinha e a soprano Marina Pacheco, contando com a participação de seis coros [Essence Voice, Coimbra Vocal, Choral Poliphonico, Coro de Pais e Encarregados de Educação da Escola Artística do Conservatório de Música de Coimbra, Coro do Conservatório Regional de Coimbra e Ad Libitum]”, informou.

Aos jornalistas, Emília Martins referiu que a abertura do concerto será interpretada em Ré Maior do compositor português Carlos Seixas, que é natural de Coimbra, sendo depois assinalados os compositores José Firmino e Eurico Carrapatoso.

“Destaque para a interpretação do 4.ª Andamento da Sinfonia n.º 9, do Mundo Novo de Dvorák”, acrescentou.

Para a realização do concerto, onde há cerca de dois anos teve lugar um semelhante para assinalar o 104.º aniversário do Tribunal da Relação de Coimbra, o último segmento da rua da Sofia será encerrado ao trânsito automóvel a partir das 11h00, do dia 29 de Junho.

“A partir das 20:00 será encerrada a circulação automóvel em toda a rua. É um convite a deixarem o carro em casa, uma oportunidade para virem a pé até à rua da Sofia e fruírem deste espaço que é Património Mundial da UNESCO”, sustentou o juiz presidente do Tribunal Judicial da Comarca de Coimbra, Carlos Oliveira.

O concerto nocturno exterior, que terá lugar na rua da Sofia a 29 de Junho, é organizado pelo Tribunal da Relação de Coimbra, Tribunal Judicial da Comarca de Coimbra e Orquestra Clássica do Centro.