Coimbra  20 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ordem dos Médicos homenageou Carlos Freire de Oliveira

26 de Setembro 2020 Jornal Campeão: Ordem dos Médicos homenageou Carlos Freire de Oliveira

A Ordem dos Médicos, através da Direcção da Competência em Gestão dos Serviços de Saúde, homenageou, hoje (26), Carlos Freire de Oliveira.

A sessão, que decorreu na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), contou com as intervenções de Carlos Robalo Cordeiro, Director daquela Faculdade; Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM); Miguel Sousa Neves, presidente do Colégio da Competência em Gestão dos Serviços de Saúde da Ordem dos Médicos; Duarte Nuno Vieira, Professor na FMUC; e Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos.

Esta é a sétima homenagem que a Ordem realiza a um médico que ao longo do seu percurso profissional se distinguiu na área da Gestão nos Serviços de Saúde em Portugal, afirmando Miguel Sousa Neves que o nome de Carlos Freire de Oliveira foi uma escola unanime.

Vários foram os elogios dirigidos pelos intervenientes ao homenageado, estando entre os mais repetidos o facto de ter sido “um médico que colocava o melhor de si em tudo o que fazia”, dedicado aos doentes e à acção social, sendo por isso considerado, por Miguel Guimarães, “um defensor dos Direitos Humanos”.

Carlos Freire de Oliveira agradeceu, de forma sentida, as palavras de todos, considerando ser uma “honra receber tal homenagem dos seus pares”.

Licenciado em Medicina pela Universidade de Coimbra, Carlos Freire de Oliveira dedicou, ao longo da sua carreira como médico no Serviço de Ginecologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, especial atenção ao cancro, tendo sido consultor do Centro de Coimbra do Instituto Português de Oncologia.

O, também, Professor catedrático na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e director do Serviço de Ginecologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, em 2000, aposentou-se em 2010, tendo de imediato “começado a pensar no que poderia fazer daí para a frente”.

A pausa foi curta, pois logo no mesmo ano foi presidente do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro e presidente nacional no triénio de 2010 a 2012.

Foi, ainda, presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia, da Sociedade Portuguesa de Senologia; da Federação das Sociedades Portuguesas de Obstetrícia e Ginecologia; e do Colégio da Especialidade de Obstetrícia e Ginecologia da Ordem dos Médicos.

Carlos Freire Oliveira presidiu, também, a Sociedade Europeia de Ginecologia Oncológica e foi fundador do Grupo Cooperativo de Cancro Ginecológico da Organização Europeia para a Investigação e Tratamento do Cancro.