Coimbra  15 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ordem dos Médicos do Centro elogia resposta do Hospital de Ovar durante pandemia

23 de Março 2021 Jornal Campeão: Ordem dos Médicos do Centro elogia resposta do Hospital de Ovar durante pandemia

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), após visita ao Hospital Dr. Francisco Zagalo, em Ovar, destaca o trabalho desta instituição perante os desafios que enfrentou devido à pandemia covid-19. “É um hospital que deu uma resposta notável. Estamos a falar de um hospital de proximidade, que está atento às necessidades da população – tentando dar as melhores respostas – que tem crescido em termos de dimensão, modernização e diferenciação”, sublinhou Carlos Cortes, presidente da SRCOM.

No final da visita realizada na tarde da passada sexta-feira e no âmbito da qual esteve reunido com o director clínico, Rui Lopes Dias, e com a enfermeira directora, Mariana Fragateiro, o presidente da SRCOM reiterou a importância desta unidade hospitalar numa fase especialmente complexa. “Deu uma grande resposta no combate à pandemia causada pelo SARS-CoV-2”, uma vez que teve “grande capacidade de adaptação àquelas que são as necessidades da área de influência, apesar do esforço notável, trabalharam por uma causa que é salvar e melhorar a vida das pessoas”. Um ano depois do concelho Ovar estar sob cerca sanitária, o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos quis destacar o trabalho, o empenho e a capacidade de adaptação desta unidade a uma adversidade sanitária sem precedentes.

“O Hospital Dr. Francisco Zagalo deu um inestimável contributo para a resposta assistencial e foi um exemplo para o país, na medida das suas atribuições e capacidade de resposta”, assumiu Carlos Cortes, que enalteceu ainda o “trabalho exemplar” da autarquia na resposta aos problemas das populações neste contexto de pandemia. “Ovar é um exemplo de capacidade de resposta, de gestão da crise sanitária, da interligação entre entidades e da capacidade de enfrentar a situação pandémica”, concluiu.

A SRCOM prosseguirá as visitas às unidades de saúde da região para avaliar a abordagem, as respostas e as medidas excepcionais implementadas face à pandemia.