Coimbra  6 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ordem dos Enfermeiros do Centro lançou guia com recomendações para teleconsultas

23 de Fevereiro 2021 Jornal Campeão: Ordem dos Enfermeiros do Centro lançou guia com recomendações para teleconsultas

A Secção Regional do Centro (SRCentro) da Ordem dos Enfermeiros (OE) lançou o “Guia de Recomendações para Consultas de Enfermagem à Distância – Telenfermagem: Recomendações”.

“Uma vez que a pandemia da covid-19 levou a um aumento significativo da prestação de cuidados de enfermagem à distância, tornou-se fundamental elencar quais as melhores práticas a adoptar na aplicação da Telenfermagem, quais os maiores desafios que se apresentam ao realizar teleconsultas e como devem actuar os enfermeiros nestas situações para que se consiga mitigar o impacto causado na população portuguesa que necessita de cuidados de enfermagem”, disse a SRCentro da OE.

Neste sentido, a equipa que dinamizou este projecto, formada pelos enfermeiros Ricardo Ferreira, Pedro Lopes, João Neves, Andréa Marques, Georgina Pimentel, Ricardo Correia de Matos, Válter Amorim, Ana Loureiro e Ana Vieira, desenvolveu “um conjunto de quatro princípios e 10 recomendações que deverão ser adoptadas ao serem dinamizadas consultas de enfermagem à distância”.

Segundo Pedro Lopes, presidente do Conselho de Enfermagem Regional da SRCentro, este guia “é um documento que deve orgulhar todos os enfermeiros no garante da qualidade dos seus cuidados”.

O grupo de trabalho envolveu, ainda, um conjunto de diversos parceiros relacionados com a prestação de cuidados de saúde à distância e que incluíram, não só várias instituições hospitalares, mas também associações de enfermeiros, de doentes, especialistas da área e outras entidades como os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde.

“Para além do benefício directo para utentes, profissionais e gestores na área da saúde, apraz-me ter constatado a satisfação pela construção potencializada pelos diferentes intervenientes no grupo de trabalho. Considero particularmente relevante a participação das associações de doentes. É excelente verificar que, estabelecendo-se uma verdadeira colaboração, todos beneficiamos”, disse Ricardo Ferreira, coordenador do guia.

O “Guia de Consultas de Enfermagem à Distância – Telenfermagem: Recomendações” pode ser consultado aqui.