Coimbra  17 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Oliveira do Hospital: Pousadas confirmam fecho de unidade hoteleira

24 de Fevereiro 2017 Jornal Campeão: Oliveira do Hospital: Pousadas confirmam fecho de unidade hoteleira

As Pousadas de Portugal confirmaram, hoje, que o contrato com a Fundação Bissaya Barreto (FBB), relativo à unidade hoteleira do Desagravo, em Oliveira do Hospital, termina em 21 de Julho.

Em comunicado, as Pousadas de Portugal reiteraram “a sua disposição para aceitar as transferências de todos os trabalhadores que o solicitem”.

Na quinta-feira, o Sindicato de Hotelaria do Centro ameaçou recorrer aos tribunais para defender os direitos dos 14 trabalhadores da Pousada do Desagravo, caso se concretize o seu encerramento.

A exploração da pousada do Convento do Desagravo, em Vila Pouca da Beira, é propriedade da FBB que, através da Sociedade Hoteleira do Desagravo, tem um contrato de concessão assinado com o Grupo Pestana.

A pousada, que habitualmente suspende a actividade na época baixa do Inverno, recomeça a funcionar na próxima semana, mas deverá encerrar em 23 de Julho, data em que termina o contrato entre a Sociedade Grupo Pestana Pousadas e aquela empresa da FBB.

O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, informou que a autarquia já realizou encontros com responsáveis do grupo e da fundação com sede em Coimbra.

O autarca disse à agência Lusa, na quinta-feira, ter a garantia de que “não haverá despedimentos” e que a Câmara está a tentar encontrar “um parceiro que substitua” a actual gestão da pousada.

“Estou preocupado com a situação dos trabalhadores, que serão deslocados pela empresa para outros concelhos bastante distantes”, acrescentou.