Coimbra  18 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Oliveira do Hospital investiu 300 mil euros em programa Casa Digna desde 2015

11 de Maio 2023 Jornal Campeão: Oliveira do Hospital investiu 300 mil euros em programa Casa Digna desde 2015

Mais de 300 mil euros foram investidos pela Câmara de Oliveira do Hospital no programa Casa Digna, que nasceu em 2015 para apoiar a recuperação ou criação de habitabilidade no concelho, revelou hoje o município.

De acordo com a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, este programa serve para apoiar as famílias em situação vulnerável a melhorarem as suas condições habitacionais e de conforto.

Iniciado no final de 2015, o Casa Digna – Programa Municipal de Apoio à Recuperação ou Criação de Habitabilidade já possibilitou a realização de melhorias em 55 habitações, “representando, neste momento, um investimento municipal de 305 mil euros”.

As melhorias incidiram em “coberturas, construção ou remodelação de casas de banho, mudanças de caixilharia e eliminação de barreiras arquitectónicas”.

A autarquia do distrito de Coimbra informou que o mais recente apoio concedido ultrapassa os 63 mil euros e vai apoiar 11 famílias vulneráveis na requalificação de habitações próprias e permanentes.

“Trata-se de obras que estão em curso ou já concluídas, referentes ao último período de apresentação de candidaturas, encontrando-se em análise outros processos candidatos, de forma a beneficiar mais agregados familiares em situação de carência económica”, concretizou.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, este programa “continua a resolver problemas a cidadãos com maior fragilidade económica”.

“Procura garantir que todos os nossos concidadãos tenham acesso a uma habitação minimamente condigna”, acrescentou.

A autarquia de Oliveira do Hospital garantiu que assume o sector da habitação como um dos desafios do futuro, “desenvolvendo esforços para obtenção de financiamento de forma a dar resposta aos cidadãos no âmbito da nova Geração de Políticas Públicas de Habitação”.

“São disso exemplo a aprovação da Estratégia Local de Habitação, que visa assegurar o acesso à habitação condigna a todas as famílias e dar prioridade às operações de reabilitação do parque habitacional, num investimento de mais de 3,7 milhões de euros, a realizar até 2025”, referiu.

O Município de Oliveira do Hospital dá ainda como exemplo a Bolsa Nacional de Alojamento Urgente e Temporário (BNAUT), que” dá resposta a pessoas que carecem de soluções de alojamento de emergência, representando um investimento de 860 mil euros, com apoio do PRR [Plano de Recuperação e Resiliência] de quase 850 mil euros”.

Mais recentemente, esta autarquia assinou também um protocolo de colaboração, com a tutela, no âmbito do projecto para criação de Habitação a Custos Acessíveis, do PRR, que passa pela “concessão de apoios financeiros para o financiamento de projectos que permitam a ampliação do parque habitacional público a preços atingíveis”.

“O montante actual ascende a mais de oito milhões de euros, para financiar a reabilitação, a construção e a aquisição de imóveis destinados à promoção de arrendamento justo”, concluiu.