Coimbra  18 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira da Foz: Obra de Silvério Manata vence Prémio Literário João Gaspar Simões

22 de Setembro 2021 Jornal Campeão: Figueira da Foz: Obra de Silvério Manata vence Prémio Literário João Gaspar Simões

A obra “Carris na Duna”, do escritor Silvério Manata, venceu o Prémio Literário João Gaspar Simões, instituído pela Câmara da Figueira da Foz.

O júri do galardão, atribuído de dois em dois anos, justificou a escolha pela “maturidade da escrita e a sua riqueza lexical, utilizadas de forma criativa pelo uso de termos e expressões regionais próprias das gentes gandaresas”, justificou o Município.

“Carris na Duna” passa-se no final do século XIX, revisitando a região da Gândara, “numa altura em que se ensaiava a revolução dos transportes em Portugal e se instalou o caminho de ferro no litoral português”, explicou, referindo que a obra dá conhecimento da realidade desse “litoral pobre, donde se partia para o Brasil e para o Alentejo à procura de uma vida melhor”.

Para o júri, “a narrativa desenrola-se de forma a prender o leitor, colocando questões pertinentes e actuais ao desenvolvimento das comunidades, ao mesmo tempo que apresenta, em fundo, um retracto da identidade histórica e geográfica da região das Gândaras, à qual ainda pertence o Norte do concelho da Figueira da Foz”.

Silvério Manata, formado em línguas e literaturas modernas, é natural de Mira, concelho tido como o coração da Gândara, e reside em Grândola, contando com oito obras publicadas.

No júri da edição de 2020/221, participou António Tavares, em representação do Município da Figueira da Foz, Leonor Maria João de Sousa Martins em representação da Direcção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, e Leonor Xavier, em representação da Sociedade Portuguesa de Autores.

Ao todo, concorreram 86 obras, sendo que sete acabaram por não ser consideradas por não cumprirem com o regulamento do prémio.

O Prémio Literário João Gaspar Simões foi instituído pela Câmara Municipal da Figueira da Foz em 2009, numa iniciativa que pretende também distinguir o dramaturgo, editor, crítico e romancista João Gaspar Simões, natural do concelho.