Coimbra  23 de Janeiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

O ex-libris gastronómico de Poiares regressa às mesas de 9 restaurantes

10 de Janeiro 2020

Conhecido além-fronteiras, o prato mais característico de Vila Nova de Poiares – a chanfana – vai estar, uma vez mais, em destaque nas mesas de nove restaurantes aderentes à 15.ª edição da Semana da Chanfana, que irá decorrer entre 10 e 20 de Janeiro.

O concelho de Vila Nova de Poiares viverá, assim, um dos seus momentos mais altos do ano, atraindo milhares de visitantes que, por esta altura, já têm marcado nas suas agendas a degustação de “um dos pratos mais fantásticos da gastronomia nacional”, como realçou o presidente da Câmara de Poiares, João Miguel Henriques.

A “capital universal” da chanfana volta a chamar até si muitos apreciadores deste prato típico, que está em processo de certificação como IGP (Indicação Geográfica Protegida).

O sabor genuíno e único, conseguido por uma receita tradicional e produtos endógenos, resultou no que é, hoje, o “ex-libris da terra, mas já apreciado em todo o mundo”, notou Jaime Marta Soares, juiz da Confraria da Chanfana.

A participar nesta iniciativa estão praticamente todos os restaurantes de Poiares, num total de nove estabelecimentos, mais três do que no ano passado. São eles: “O Confrade”; “As Medas”; “Dom Dinis”; “A Tina do Bitoque”; “Portas da Vila”; “A Grelha”; “Brasa Kente”; “Dona Elvira” e “Paddock”.

Em 2019, segundo Madalena Carrito, mordomo-mor da Confraria da Chanfana, este evento gastronómico atraiu 10 000 visitantes àquele concelho. Mas, e porque, não só de gastronomia de pode fazer o evento, a organização decidiu apostar com maior afinco, este ano, na vertente cultural, tendo como base dois locais: o Centro Cultural de Poiares e o Centro Difusor de Artesanato e Recursos Endógenos da Associação de Desenvolvimento Integrado de Poiares (ADIP).

“Temos atingido, nos últimos anos, um número muito interessante de visitantes e para atrair mais pessoas, temos de alargar a oferta, que deve chegar a outro tipo de pessoas: as que vêm degustar a chanfana, mas que tenham interesse por outras áreas”, explicou Madalena Carrito.

Assim, durante os 10 dias de evento, estão previstas diversas iniciativas, desde exposições, um mercado de produtos de artesanato e endógenos, peças de teatro, rastreios de saúde, bem como palestras subordinadas ao tema da gastronomia e, em particular, à chanfana.

Neste sentido, João Miguel Henriques destacou o “trabalho que tem vindo a ser feito pela Confraria, pelos restaurantes e outras entidades, que é importante também para a promoção do concelho como um todo”, adiantando, ainda, que “durante este período promove-se o Poiares para o resto do ano”.

A Semana da Chanfana, organizada pela Confraria, tem o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, da Turismo Centro de Portugal, da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC); o contributo da ARCA – Escola Universitária das Artes de Coimbra e da Escola Profissional Beira Aguieira; para além de outras entidades públicas e privadas.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com