Coimbra  16 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Nova ponte pedonal e ciclável vai ligar jardins da Casa do Sal ao Monte Formoso

22 de Fevereiro 2021 Jornal Campeão: Nova ponte pedonal e ciclável vai ligar jardins da Casa do Sal ao Monte Formoso

A Câmara Municipal de Coimbra já tem estudo prévio para a construção de uma nova ponte pedonal e ciclável que pretende ligar os jardins da Casa do Sal à urbanização do Monte Formoso, aproximando assim esta população da rede de ciclovias e da Mata Nacional do Choupal.

Este projecto, que tem um investimento previsto de um milhão de euros, vai ser analisado e votado na próxima reunião do Executivo municipal e está englobado na solução de uma nova via de ligação automóvel da Circular Externa ao Monte Formoso, na rua Cidade de Poitiers, no sentido ascendente. O objectivo é que este arruamento permita o acesso à urbanização sem passar no nó da Casa do Sal, aliviando assim o fluxo de trânsito neste local.

Um projeto que vai interligar a União das Freguesias de Coimbra e a União de Freguesias de Eiras e São Paulo de Frades e, desta forma, melhorar e encurtar a ligação do Monte Formoso com o centro da cidade, mas também com a rede de ciclovias e a Mata Nacional de Choupal, na avenida Cidade Aeminium.

O desenho de implantação desta passagem superior teve em consideração diversos factores, desde logo que a localização da ponte em plenos jardins da Casa do Sal venha também a proporcionar um novo percurso pedonal neste espaço verde. A configuração da ponte e as suas inflexões tiveram em conta a articulação com o coberto arbóreo e as linhas de água existentes nos jardins, possibilitando a aproximação e permitindo a contemplação da paisagem.

Este projecto vai possibilitar, assim, o atravessamento em segurança da Circular Externa proporcionando ao peão a possibilidade de não ter de se deslocar aos semáforos existentes no nó da Casa do Sal onde existe uma sobrecarga de faixas de rodagem.

Este projecto vai também viabilizar o acesso à ala nascente dos jardins da Casa do Sal, caracterizada pela existência da ribeira de Coselhas. Este acesso será possível através de uma ponte de menor dimensão sobre a ribeira e, mais à frente, através de uma escada que ligará à ponte principal.

Esta ponte será em metal, pela sua eficácia em termos de resistência, durabilidade e dimensão reduzida nos perfis utilizados nas suas diversas componentes, sendo que esta opção teve também a intenção de não criar demasiado volume construído, por forma a enquadrar a construção na envolvente e desprovendo-a de imponência desnecessária. O pavimento será executado em chapa, com pintura antiderrapante, e será depois dada continuidade ao pavimento pedonal aplicado recentemente junto ao nó da Casa do Sal. As guardas da ponte serão em tom amarelo à semelhança da Ponte de Santa Clara.

Já a iluminação será de tecnologia Led, em postes metálicos a ladear a ponte, com continuidade nos jardins.

O início desta passagem superior será sensivelmente a meio da nova via automóvel que a autarquia já tem projectada, que vai ter ligação entre as ruas de Santiago de Compostela e da Cidade de Poitiers.

O investimento previsto para este projecto da via automóvel é de cerca de 300 000 euros e prevê também a construção de muros de suporte, rails de protecção, nova iluminação pública, o prolongamento do passeio existente na Circular Externa, junto à Casa do Sal, até à zona das bombas de gasolina.

Para permitir este projecto terão de ser realizadas também adaptações num emissário de águas residuais.