Coimbra  21 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Noites de Verão animam quem fica e quem regressa em Poiares

11 de Setembro 2019

O ciclo “Noites de Verão”, promovido pela Câmara Municipal de Poiares, em parceria com as quatro juntas de freguesia e a Companhia de Teatro Experimental de Poiares (CTEP), teve início em Junho e após a interrupção no mês de Agosto, regressa em força em cinco noites deste mês de Setembro.

A aposta da autarquia tem já alguns anos e tem sido bem recebida pela comunidade, que adere em força, às noites quentes de teatro, poesia ou cinema, passadas em convívio nos largos das igrejas e capelas do concelho.

A iniciativa inclui sessões de cinema, teatro e poesia, tendo como objectivo levar a cultura aos ‘quatro cantos’ do concelho, privilegiando as áreas mais afastadas do centro, decorrendo sempre à sexta-feira ou ao fim-de-semana, à noite, a partir das 21h00, ao ar livre nos diversos largos de capela, “revisitando as tradições antigas dos territórios mais rurais, em que as pessoas se juntavam ao serão na rua para conviverem e confraternizarem”, refere a autarquia.

As actividades são direccionadas para um público mais sénior, com mais dificuldade em deslocar-se ao centro do concelho, onde habitualmente decorrem as actividades culturais, pelo que a aposta foi “levar a cultura até às pessoas, promovendo exclusivamente autores portugueses, nas diferentes artes, eliminando desta forma também qualquer barreira ou dificuldade de percepção dos conteúdos”.

Segundo a Câmara Municipal, “a iniciativa tem ainda o carácter de apoio psicossocial na medida em que se inclui no esforço de recuperar o ânimo e dar um pouco mais de alegria às populações que estão mais longe do centro da vila e acabam por não terem tanto acesso às iniciativas culturais”.

O presidente da Câmara, João Miguel Henriques, sublinhou ainda que se pretende “alargar o leque de actividades culturais também às outras localidades do concelho, e não ficar só pelo centro da vila, numa óptica de descentralização e política de proximidade”.

As próximas sessões estão agendadas para esta sexta-feira (13), em Louredo; sábado (14), em Mucela; dia 20 de Setembro, no Entroncamento; e dia 28, em Lavadouros da Fraga.

Os 30 anos da Poiartes atraíram mais de 50 000 pessoas

Aquele que se afirma como “um dos maiores eventos da região e do país” contou com mais de 50 000 visitantes, “provando a capacidade de atracção deste certame”.

Apesar de não haver bilheteira, foi possível registar o número de entradas com um equipamento digital especialmente montado para o efeito.

Na sessão de encerramento, João Miguel Henriques, presidente da Câmara Municipal, sublinhou a importância destes números, sobretudo pelo facto de nesta edição não ter havido o “factor televisão” a influenciar a atracção de visitantes, dado que a presença do programa de TV que aconteceu durante a tarde de sábado não constou do cartaz oficial e não aconteceu dentro do recinto da feira.

“Este número (50 962 entradas) comprova que a Poiartes tem capacidade de se afirmar por si própria e consegue reunir factores de atracção para os vários tipos de público, demonstrando ser cada vez mais um dos maiores eventos da região e um dos eventos de referência do país”, referiu o autarca, perspectivando já a possibilidade do certame crescer ainda mais, alargando a sua área de exposição e sem perder qualidade.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com