Coimbra  23 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

“Música n’Aldeia” continua a animar Coimbra

9 de Julho 2021 Jornal Campeão: “Música n’Aldeia” continua a animar Coimbra

O ciclo “Música n’Aldeia”, que promove concertos eclécticos em igrejas das freguesias do concelho, vai prosseguir nos próximos dias 9, 10 e 11.

Hoje (9), vai decorrer, na igreja paroquial de São Martinho do Bispo, um concerto de música contemporânea com instrumentos de sopro, protagonizado por OpuSpiritum Ensemble. No sábado (10), na igreja de Santo António dos Olivais, o concerto será de música renascentista, interpretado grupo vocal e instrumentista Capella Sanctae Crucis, sendo que os dois espectáculos são às 19h00. Já no domingo (11) o Seminário Maior vai acolher, pelas 17h00, o Quinteto com Piano, que irá interpretar um concerto de música clássico romântica.

Recorde-se que esta iniciativa resulta de uma proposta vencedora da 3.ª edição do Orçamento Participativo do Município de Coimbra, que teve como tema “Coimbra 2027: candidatura a Capital Europeia da Cultura”.

O projecto “Música n’Aldeia” está a ser um sucesso, somando já um total de 12 concertos, que decorreram na igreja de Taveiro, no Mosteiro de São Marcos, na Capela de S. Miguel, nas igrejas paroquiais de Cernache e do Botão, na igreja da Imaculada Conceição (em Cioga do Campo), nas igrejas matrizes de Eiras, de Almalaguês e de Torre de Vilela, nas igrejas paroquiais de Assafarge e Ceira e no Conservatório de Música de Coimbra.

A entrada nos espectáculos é gratuita e obedecerá às regras de contingência que se praticam actualmente nas igrejas, sendo a admissão por ordem de chegada.

Este programa, que integra quatro ciclos musicais – música renascentista, barroca, clássico romântica e contemporânea –, vai contar com a participação de centenas de músicos, a execução de inúmeras peças e instrumentos musicais, desde a harpa, violino ou violoncelo, passando pelo piano, viola, contrabaixo ou instrumentos de sopro, sem esquecer a actuação de grupos corais, até ao próximo dia 25 de Julho.

Será uma viagem pela história da música, mas também pelo património de Coimbra, sobretudo aquele que é menos conhecido, mas não menos importante.

Trata-se, assim, de uma programação ecléctica e bastante relevante, não só pela dimensão e importância musical, mas também pelo carácter descentralizador, assente na relevante missão de fazer chegar este tipo de programação a uma franja da população que, habitualmente, não tem o mesmo acesso a este tipo de eventos do que as populações dos centros urbanos.

Recorde-se que a 3.ª edição do Orçamento Participativo (OP) do Município de Coimbra teve como tema “Coimbra 2027: candidatura a Capital Europeia da Cultura” e o objectivo foi envolver activamente a comunidade neste processo de candidatura. Esta edição recebeu 35 propostas candidatas, das quais 17 viram os seus projectos submetidos a votação. Foram registados 2 929 votos, que elegeram os sete projectos vencedores, que vão representar um investimento municipal de 479 mil euros.

Actuar e desenvolver projectos para protagonizarem as “Correntes de Mudança” – que é o lema da candidatura de Coimbra 2027 -, contribuindo para dinamizar, transformar e animar a cidade, quer pela realização de eventos localizados no tempo, quer pela criação de obras perenes foi o objectivo que esteve subjacente a esta edição do OP.

RESTANTE PROGRAMAÇÃO:

9 Julho| sexta-feira|19h00

Igreja Paroquial de São Martinho do Bispo

OpuSpiritum Ensemble (instrumentos de sopro) |Música Contemporânea

 

10 Julho| sábado| 19h30

Igreja de Santo António dos Olivais

Capella Sanctae Crucis (grupo vocal e instrumentistas) | Música Renascentista

 

11 Julho| domingo| 17h00

Seminário Maior

Quinteto com Piano (quarteto de cordas com piano) |Música Clássico Romântica

 

16 Julho| sexta-feira| 19h00

Mosteiro de Santa Clara-a-Nova

Requiem para Santa Clara (grupo vocal, violinos, violoncelo, órgão) | Música Barroca

 

17 Julho| sábado| 19h00

Igreja Matriz Torres do Mondego

Catarina Peixinho, Luís Oliveira e Fernando Brites (piano, tuba e acordeão) | Música

Contemporânea

 

18 Julho| domingo|17h00

Igreja Matriz de São Martinho de Árvore

André Madeira (guitarra solista) | Música Contemporânea

 

23 Julho| sexta-feira| 19h00

Igreja Paroquial de Antuzede

Ançãmble (grupo vocal) | Música Contemporânea

 

24 Julho| sábado| 19h00

Igreja Matriz de Brasfemes

A Raiz de Um Povo (violoncelo e violino) | Música Contemporânea

 

25 Julho| domingo| 17h00

Auditório do Conservatório de Coimbra

Queer Able In/Stabilities| Música Contemporânea