Coimbra  29 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Museu Machado de Castro reabre amanhã com programa especial

17 de Maio 2020 Jornal Campeão: Museu Machado de Castro reabre amanhã com programa especial

O Museu Nacional de Machado de Castro (MNMC), em Coimbra, vai reabrir portas, amanhã (18), com duas visitas simbólicas, por convite, em homenagem a profissionais da ‘linha da frente’ que permitiram a reabertura daquele equipamento cultural.

A iniciativa, comemorativa do Dia Internacional dos Museus, envolve 20 convidados (10 por cada visita, às 14h30 e 16h00) “que representam diferentes áreas profissionais da comunidade”, assinala o MNMC, sem, no entanto, revelar quais as profissões abrangidas.

“Convidámos profissionais da linha da frente, para conhecerem o Museu, numa visita-homenagem orientada pela directora e pelos conservadores, numa manifestação de reconhecimento a todos quantos, pelo seu trabalho e abnegação, permitiram a reabertura, neste dia”, refere o comunicado.

Amanhã, a comemoração do Dia Internacional dos Museus coincide com a reabertura dos museus ao público, depois de terem estado encerrados devido à pandemia de covid-19 e o Museu Nacional de Machado de Castro terá um novo horário, das 13:00 às 18:00, com entradas gratuitas.

O MNMC afirma que o circuito de visita à instituição “mantém-se inalterado” mas, face à pandemia provocada pelo novo coronavírus, existirão “novas medidas de salvaguarda das condições de segurança de colaboradores e visitantes de acordo com as directivas da DGS [Direcção-Geral da Saúde]”, nomeadamente o uso obrigatório de máscara, higienização das mãos ou a manutenção “da distância mínima entre visitantes”, uma pessoa por 25 metros quadrados.

O comunicado acrescenta que a admissão de visitantes “será condicionada”, existindo ainda “um reforço da higienização e desinfecção sistemática dos espaços do Museu”.

As restantes actividades comemorativas programadas vão decorrer nas redes sociais e não no espaço físico do MNMC, com uma programação de divulgação dos projectos da instituição “rumo à realidade inclusiva”.

O programa começa às 10h00 com o projecto “Tateando o Museu”, realizado em parceria com a Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO), que “promove o acesso à arte e aos equipamentos culturais para públicos cegos ou com baixa visão”.

Segue-se, às 11h00 a iniciativa “EU no musEU” que, através da obra de arte, promove a qualidade de vida e o bem-estar de pessoas com demência e seus cuidadores, realizada em parceria com a Alzheimer Portugal.

Às 14h00, o MNMC mostra o projecto “Construa Pontes e não Barreiras”, que incide sobre as visitas de “público com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais”, desenvolvido com Associação Portuguesa dos Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental e, a partir das 16h00 e em parceria com a Direcção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, “A Arte, o Tempo e o Homem”, para promover a educação para a cidadania, através do património cultural, para jovens institucionalizados em contexto prisional no Centro Educativo dos Olivais.

A programação termina com “Nós no Museu”, um projecto em parceria com várias instituições de solidariedade social “destinado a público vulnerável (crianças e adultos), institucionalizado e em risco de exclusão social” e a acção “Voluntariado”, um programa da Direcção-Geral do Património Cultural “que incentiva a proactividade do indivíduo e da comunidade em actividades nos museus, independentemente de etnias, estrato e condição social”.