Coimbra  1 de Agosto de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Museu do vinho bairrada mostra vida e obra de José Cid

27 de Abril 2021 Jornal Campeão: Museu do vinho bairrada mostra vida e obra de José Cid

O Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, tem patente ao público, desde o passado dia 22, a exposição temporária “José Cid – Vida & Obra” dedicada ao cantor, compositor, instrumentista e produtor musical José Cid.

O Município quis desta forma prestar uma singela homenagem ao incontornável da música portuguesa que escolheu Anadia para residir.

A sessão de abertura contou, para além do artista José Cid, que se fez acompanhar pela sua esposa Gabriela Carrascalão, com a presença da presidente da Câmara Municipal de Anadia, Maria Teresa Cardoso, e restantes vereadores do Executivo, do presidente do Turismo Centro Portugal e de alguns dos artistas que participaram na elaboração e execução de alguns dos trabalhos específicos para esta exposição.

O presidente do Turismo Centro Portugal, Pedro Machado, destacou o facto de José Cid ser “uma referência transversal a várias gerações” e uma “marca da Região Centro”, tendo anunciado, em primeira mão, que o cantor vai ser uma das figuras homenageadas no Fórum “Vê Portugal”, iniciativa do Turismo Centro de Portugal, que se realizará, no mês de Maio, nas Caldas da Rainha.

O homenageado, José Cid, deixou um agradecimento público ao Município pela iniciativa, tendo aproveitado para dar a conhecer e reviver alguns dos momentos vividos na sua juventude, quando veio viver para Anadia, nomeadamente no Colégio Nacional.

A presidente da Câmara Municipal de Anadia, Maria Teresa Cardoso, referiu que esta “é uma sentida homenagem que o Município presta ao José Cid, cuja música jamais se esquecerá”. Saudou o acto do Turismo Centro de Portugal, na pessoa do seu presidente, em reconhecer o trabalho da longa carreira artística de José Cid, o que, no seu entender, “demonstra a importância que este embaixador representa, não só para o concelho de Anadia, mas também para a região e para o país”.

A exposição tem patente, praticamente toda a sua discografia a solo, bem como da sua participação no Quarteto 1111, no Green Windows e noutros projectos musicais em que participou. Paralelamente, pode também ser apreciada uma recolha de registos fotográficos da história musical e pessoal de José Cid. A mostra dá ainda a conhecer os vários troféus que conquistou, com especial destaque para o Grammy de “Excelência Musical”, atribuído pela Academia Latina de Gravação, assim como vários objectos e instrumentos ligados à produção musical.

Esta homenagem conta ainda com um conjunto de testemunhos de destacadas personalidades e individualidades do panorama artístico-cultural nacional que se associaram a esta iniciativa da autarquia anadiense.

A mostra poderá ser visitada, de terça a sexta-feira, entre as 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, e ao sábado e domingo, entre as 09h30 e as 13h00, até ao dia 30 de Setembro.