Coimbra  17 de Junho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Museu da Água de Coimbra recebe segunda edição de “Àcorda”

1 de Junho 2019

O Museu da Água de Coimbra recebe amanhã (domingo), a partir das 09h30, o evento “Àcorda – II Encontro de Cordofones Tradicionais Portugueses”.

O Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) alia-se novamente à Cátedra UNESCO em Património Imaterial e Saber-Fazer Tradicional, da Universidade de Évora, para com o apoio da Câmara Municipal de Coimbra organizarem mais uma edição de Àcorda.

O evento, que integra palestras, ‘workshops’ e concertos abertos ao público, surgiu da necessidade e importância de preservar os saberes tradicionais relativamente às práticas musicais instrumentais, nomeadamente as relacionadas com os cordofones tradicionais portugueses.

Nesta segunda edição, e uma vez que acontece em Coimbra, a viola toeira continua a ser presença obrigatória, no entanto, o instrumento convidado deste ano será a viola beiroa.

O Àcorda conta, para a abertura, com as intervenções de Jorge Conde, presidente do IPC, de Filipe Themudo Barata, da Cátedra UNESCO, e Francisco Paz, em representação da Câmara Municipal de Coimbra.

Pelas 10h15 decorrerá a palestra “O Romanceiro: da tradição à actualidade”, por Natália Pires, docente da ESEC-IPC e investigadora da Cátedra UNESCO da Universidade de Évora.

A iniciativa prolonga-se no período da tarde na qual, a partir das 14h30, se realizam dois ‘workshops’: “Tocar viola toeira”, com Amadeu Magalhães, e “Particularidades da construção da viola beiroa”, com Carlos Elvas.

A partir das 17h00 tem lugar um concerto/exposição, com o trio de Pedro Caldeira Cabral, e uma reflexão sobre o tema da iniciativa com Manuel Rocha.

O programa encerra com um concerto da Orquestra de Violas Beiroas, às 21h00, no palco do recinto da Feira Cultural de Coimbra, a decorrer no parque de Dr. Manuel Braga.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com