Coimbra  6 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Município de Condeixa exprime “profunda consternação” por vítimas de naufrágio

14 de Novembro 2021 Jornal Campeão: Município de Condeixa exprime “profunda consternação” por vítimas de naufrágio

O presidente do município de Condeixa-a-Nova, Nuno Moita, exprimiu “profunda consternação” pelo naufrágio ocorrido na Figueira da Foz, onde morreram quatro pessoas, três delas residentes no concelho de Condeixa, distrito de Coimbra.

Numa mensagem divulgada na rede social Facebook do município, o autarca lamenta o “trágico acontecimento”, e apresenta condolências aos familiares e amigos das vítimas do sinistro que provocou ainda um ferido em estado grave.

O naufrágio de uma embarcação de pesca lúdica, com cerca de sete metros, ocorreu ao início da manhã deste sábado, resultando na morte de quatro dos cinco tripulantes.

O sobrevivente – que ficou ferido com gravidade e foi hospitalizado com um quadro de insuficiência respiratória – deu o alerta pelas 07h00, depois de ter nadado cerca de mil metros até conseguir chegar a terra, contaram fontes piscatórias e portuárias.

“Foi com profunda consternação que recebemos a notícia deste trágico acontecimento, acompanhando os familiares e amigos na dor que enfrentam neste momento difícil”, refere Nuno Moita, presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, na mensagem colocada no Facebook.

Na mesma mensagem, o município de Condeixa disponibiliza-se “para prestar o auxílio que for necessário às famílias enlutadas”.

Pelas 12h30, o tripulante em estado grave acabou por ser transferido do Hospital Distrital da Figueira da Foz para o Hospital da Universidade de Coimbra, devido a um “ligeiro agravamento” da sua condição clínica.

O naufrágio aconteceu após a lancha ter saído da barra da Figueira da Foz – que se encontrava aberta a toda a navegação – e virado a Sul, numa altura em que existia nevoeiro e alguma ondulação.

As operações de socorro envolveram meios da Capitania do Porto local, Instituto de Socorros a Náufragos, Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), bombeiros Sapadores e Voluntários da Figueira da Foz e um helicóptero da Força Aérea Portuguesa.