Coimbra  26 de Maio de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Município de Cantanhede homenageado pela Liga dos Combatentes

11 de Abril 2019

Na foto, ao centro, Pedro Cardoso (vice-presidente da Câmara de Cantanhede) recebe a distinção das mãos do chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, o almirante António Silva Ribeiro

 

O Município de Cantanhede foi condecorado pela Liga dos Combatentes de Portugal com a Medalha de Honra ao Mérito, no âmbito das comemorações do Dia Nacional do Combatente.

A autarquia foi distinguida numa cerimónia realizada, no passado sábado (06), no Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha, onde marcou presença o vice-presidente da Câmara Pedro Cardoso.

O autarca revelou-se orgulhoso pela distinção, dedicando “a homenagem a todos os valorosos soldados que foram chamados a combater, nos diferentes cenários de guerra, numa evocação particular aos oriundos do concelho de Cantanhede. A medalha é, para eles, como forma de reconhecimento por se terem batido abnegadamente pelo país, alguns com o sacrifício da própria vida”.

Pedro Cardoso sublinhou, ainda, que “o Município de Cantanhede não se poupou a esforços para manter viva a memória desses soldados, o que, aliás, foi evidente na celebração do Centenário do Armistício da Primeira Grande Guerra e outras acções, bem como no apoio dado a todos os grupos de combatentes, de forma especial ao Núcleo da Liga dos Combatentes do concelho de Cantanhede”.

O evento contou com a celebração de uma liturgia religiosa presidida pelo bispo das Forças Armadas e das Forças de Segurança em Portugal D. Rui Valério, à qual se seguiram as honras militares e as intervenções do presidente da Liga, Chito Rodrigues e do ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, terminando com um desfile militar na parada.

Também D. Duarte Pio, Duque de Bragança, chefe da Casa Real de Bragança e ex-combatente marcou presença nesta cerimónia, honrando a Liga dos Combatentes com a atribuição de uma distinção honorífica.

O evento terminou com uma romagem ao túmulo do Soldado Desconhecido, na Sala do Capítulo do Mosteiro da Batalha.