Coimbra  9 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

MPT de Coimbra contraria Direcção Nacional e reafirma apoio a coligação à Câmara

28 de Abril 2021 Jornal Campeão: MPT de Coimbra contraria Direcção Nacional e reafirma apoio a coligação à Câmara

O MPT (Movimento Partido da Terra) de Coimbra reafirma que “está e estará, até ao fim, incondicionalmente, com o projecto verdadeiramente inovador de José Manuel Silva e da ampla coligação” autárquica.

Esta posição contraria uma posição anunciada pela Direcção Nacional do partido, na qual se refere que o MPT decidiu retirar-se da coligação “Juntos Somos Coimbra”, que terá José Manuel Silva como candidato à Câmara, proposto pelo PSD, e deverá juntar também o CDS-PP e o PPM.

O MPT-Coimbra, numa nota subscrita por Rui Campos, Edmundo Tavares, José Pinheiro de Castro e Graça João, refere que “iniciou há alguns anos um caminho sério com o movimento ‘Somos Coimbra’ que é irreversível e baseado numa comunhão de ideias e projectos para a cidade e não na distribuição merceeira de lugares em listas, porque, de facto, nascemos, estudámos, vivemos e trabalhamos em Coimbra e todos amamos e conhecemos esta cidade”.

Em resposta ao presidente nacional do partido, os membros do MPT-Coimbra dizem-se “chocados por terem sido completamente ignorados e desrespeitados neste processo”. “Nunca tivemos o privilégio de ouvir da parte do leiriense Pedro Pimenta uma única ideia para o concelho de Coimbra e a sua única ambição e ideia parece ser conquistar os lugares em Coimbra que evidentemente não elegeu nos Açores, a todo o custo, e alimentar a sua auto-imagem” – acrescentam.