Coimbra  24 de Junho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Montemor-o-Velho vai beneficiar de um novo Centro de Recolha Animal

16 de Janeiro 2024 Jornal Campeão: Montemor-o-Velho vai beneficiar de um novo Centro de Recolha Animal

A Câmara Municipal de Montemor-o-Velho vai investir na construção de um Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia (CROAC), após ter visto aprovada a sua candidatura ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

A empreitada, que conta com um financiamento de cerca de 120 mil euros, visa melhorar as condições dos animais errantes, vadios ou abandonados, contribuindo também para o controlo da reprodução e respectiva diminuição destes animais na via pública.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, esta obra é mais um sinal de que “o município continua atento a esta problemática” e, simultaneamente, “uma prova da eficiência dos serviços municipais na realização de candidaturas consistentes e oportunas, tendo em vista o acesso a janelas de financiamento e a concretização de projectos relevantes nas mais diversas áreas”.

O novo Centro de Recolha Animal vai ter capacidade para cerca de 70 animais e vai contar com compartimentos para cães, gatos e outros animais.

O espaço inclui celas de isolamento, maternidade, sala para esterilização ou tratamentos, espaços de recreio para os animais, abrigos para gatos, espaços para armazenagem de rações e equipamentos diversos.

“A estrutura contribuirá ainda para agilizar os processos de desparasitação, vacinação, identificação electrónica, registo na base de dados nacional SIAC [Sistema de Informação de Animais de Companhia], emissão do boletim sanitário e esterilização dos animais adoptados e implementação de programas CED [Captura-Esterilização-Devolução] de gatos assilvestrados”, acrescentou a autarquia.

Após a aprovação da candidatura, submetida ao programa de concessão de incentivos financeiros para a construção e a modernização de centros de recolha oficial de animais de companhia (CRO) e de instalações das associações zoófilas (IAZ), o Município dispõe de quatro meses para apresentar o projecto ao ICNF, e, posteriormente, será estabelecido o prazo de um ano para a construção das instalações.

A Câmara Municipal deu ainda nota de que, ao longo dos últimos anos, o município tem desenvolvido diversas acções no âmbito da promoção da saúde pública e da saúde animal, designadamente campanhas de esterilização de animais, identificação electrónica e promoção da adopção responsável.