Coimbra  18 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

“Mondego: Ensemble Jazz ao Centro” na escola e em residência artística

11 de Outubro 2021 Jornal Campeão: “Mondego: Ensemble Jazz ao Centro” na escola e em residência artística

As próximas iniciativas do programa “Fora dos Eixos: Práticas Artísticas de Proximidade” têm como protagonista o “Mondego: Ensemble Jazz ao Centro”.

Na quarta-feira, dia 13, pelas 10h00, o octeto actua na Escola Secundária José Falcão, para uma plateia de centena e meia de jovens estudantes. No final-de-semana, ruma à Loucomotiva, espaço do Grupo de Teatro de Taveiro, para uma residência artística (em sessões de trabalho à porta fechada).

“Mondego: Ensemble Jazz ao Centro” nasceu em Janeiro de 2020 e assumiu-se enquanto uma plataforma para compositores e intérpretes da Região de Coimbra, “com uma geometria variável e que se renovará ao longo do tempo”, refere o grupo.

No meio de um ano atribulado, o ensemble teve o seu baptismo de palco em Dezembro de 2020, sob a Direcção Artística de João Mortágua e Ricardo Formoso, com uma formação constituída por oito músicos: três saxofones, dois trompetes, um trombone, um contrabaixo e uma bateria.

As peças que o grupo irá interpretar resultam de encomendas aos compositores Andreia Santos, Luís Figueiredo, Gonçalo Moreira, João Mortágua e Ricardo Formoso.

O programa é variado (dada a diversidade de estilos composicionais), sendo comum a todo o programa o espaço concedido à improvisação e ao desenvolvimento da identidade de todos os seus membros, num contexto onde predomina o ritmo e o contraponto melódico.

Com esta aproximação à comunidade escolar e às associações e colectividades de forte implantação local, o programa Fora dos Eixos ensaia aquela que será uma das principais linhas futuras de desenvolvimento do projecto, ao qual o Serviço Educativo do Jazz ao centro Clube prevê dar continuidade em 2022.

“Fora dos Eixos: práticas artísticas de proximidade” é uma iniciativa do Serviço Educativo do Jazz ao Centro Clube. Este programa não se cinge aos lugares privilegiados das freguesias centrais ou exclusivamente urbanas. Para a sua concretização, este programa conta com o apoio do programa Garantir Cultura, do Fundo de Fomento Cultural/GEPAC.