Coimbra  23 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Miranda do Corvo reabre serviços municipais

12 de Maio 2020 Jornal Campeão: Miranda do Corvo reabre serviços municipais

O Município de Miranda do Corvo, à semelhança de tantos outros, reabre esta semana a maioria dos serviços municipais, desde logo o atendimento presencial no Município, bem como a Biblioteca e o Mercado.

Desde ontem (11), que os mirandenses podem aceder aos Paços do Concelho para atendimento presencial, contudo, deverão fazer sempre marcação prévia por telefone, até porque é proibida a permanência de mais de duas pessoas em cada um dos postos de atendimento (lotação máxima será de quatro pessoas).

Esta segunda-feira reabriu, também, o Espaço Cidadão e o Gabinete de Inserção Profissional. Uma vez mais, serviços que requerem marcação prévia por telefone.

“Em todos os postos de atendimento, foram instaladas protecções acrílicas e os trabalhadores da autarquia e os munícipes que quiserem aceder aos serviços estão obrigados ao uso de máscaras”, adianta a Câmara Municipal, que também garante a segurança, limpeza e desinfecção diária e periódica dos espaços, equipamentos e superfícies, bem como dos terminais de pagamento automático a cada utilização ou interacção.

Nos postos de atendimento presencial, a entrega de documentos tem de ser depositada em caixa própria instalada para o efeito, com o seu manuseamento posterior a ter de ser efectuado com luvas. Todos os acessos às instalações municipais têm de ser registados em formulário adequado, onde consta o nome, número de cartão de cidadão, contacto telefónico e serviço a que pretendem aceder (os dados serão utilizados exclusivamente para controle de contágio e propagação da doença e destruídos após o fim das medidas nacionais de contingência).

Em todos os locais de atendimento, foram colocados dispensadores de álcool-gel para serem utilizados por todos os munícipes e funcionários da autarquia.

O Julgado de Paz reabriu, também, ontem, e tal como acontece nos outros serviços o atendimento terá de ser marcado previamente por telefone.

No caso dos serviços de Acção Social e do Veterinário Municipal, os mesmos têm a sua reabertura condicionada desde ontem. No primeiro caso, é necessária marcação prévia por telefone com o atendimento a ser realizado em sala do espaço da Divisão do Desenvolvimento Social; já o Serviço Veterinário, o atendimento terá de ser marcado previamente por telefone e ocorrerá presencialmente à terça e à quarta-feira entre as 09h00 e as 12h00. Aqui, terão de ser cumpridos os seguintes requisitos: todos os utilizadores do gabinete do veterinário municipal devem usar equipamento de protecção individual (EPI) adequado, não sendo autorizada a permanência se tal não for acautelado; os utilizadores deverão trazer os seus próprios EPI e será garantida a limpeza e desinfecção dos equipamentos entre cada consulta.

Biblioteca também já reabriu

A Biblioteca Municipal também já se encontra em funcionamento desde ontem, entre as 10h00 e as 17h00 e, tal como acontece noutros espaços, todos os leitores/utilizadores e funcionários estão obrigados a usar máscara.

Para garantir as normas de segurança, as mesas e cadeiras, bem como os dispositivos informáticos (monitor, rato e teclado) serão desinfectados imediatamente após a sua utilização por cada pessoa, sendo que o tempo de utilização dos computadores é de 30 minutos renovável por mais 30 minutos, podendo prolongar-se se não houver leitores em espera.

Todas as pessoas que acedem às instalações serão registados em formulário adequado onde constam o nome, o número de cartão de cidadão, o contacto telefónico e o serviço a que pretendem aceder.

Dentro da Biblioteca Municipal apenas podem estar 15 pessoas ao mesmo tempo, com o controle a ser feito no balcão de atendimento. Os serviços asseguram o limite de apenas um leitor por mesa e equipamento informático para consulta, bem como a proibição do seu acesso às estantes dos documentos.

Relativamente ao empréstimo domiciliário, o leitor tem de fazer pesquisa no catálogo online e enviar e-mail para a Biblioteca Municipal a solicitar o seu empréstimo, aguardando resposta onde será indicado quando o documento poderá ser levantado.

“A devolução é feita na Biblioteca Municipal e os documentos colocados em caixas onde deverão permanecer durante cinco dias, após o que poderão ser arrumados”, revela o Despacho do presidente da Câmara, Miguel Baptista.

Mercado municipal reabre amanhã

Também o mercado municipal abre, finalmente, portas amanhã (13), mas acolherá apenas os comerciantes que de produtos alimentares e bens de primeira necessidade (pão, fruta, peixe, carne e produtos hortícolas). Assim, continua suspensa a realização da feira semanal.

A par de outros locais, também no mercado, comerciantes e clientes devem respeitar os corredores de circulação dentro do edifício, de forma a garantir o distanciamento social mínimo de dois metros entre pessoas. Os vendedores devem, ainda, respeitar o afastamento definido por indicadores colocados no espaço e que têm de ser cumpridas integralmente as instruções dadas pelos trabalhadores do Município.

As bancas deverão ser montadas até às 07h00 e a desmontagem tem de ser feita até às 13h30.

“Para garantir o afastamento mínimo, a disponibilidade de bancas para vendedores pontuais será menor, o que levará inevitavelmente à redução de espaço de locais de venda no interior do mercado”, anuncia a autarquia, relembrando que todos os utilizadores do espaço devem usar equipamentos individuais de protecção adequados.

Relativamente aos resíduos, não será permitida a colocação fora dos contentores, cabendo aos vendedores a responsabilidade “pela limpeza do seu espaço e pela recolha e acondicionamento dos seus resíduos”.