Coimbra  26 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Miranda do Corvo: Nova confraria para promover veado, javali e castanha

27 de Fevereiro 2017 Jornal Campeão: Miranda do Corvo: Nova confraria para promover veado, javali e castanha

A freguesia de Vila Nova, no concelho de Miranda do Corvo, criou a Confraria dos Ungulados, Javali e Castanha para promover e valorizar pratos gastronómicos confeccionados à base daquelas espécies, foi hoje anunciado.

“A confraria tem por objecto o turismo, defesa, investigação, divulgação, recomendação, promoção e gastronomia do veado, javali e castanha”, disse à agência Lusa José Alexandre Paiva, presidente da Junta de Freguesia e um dos outorgantes da escritura de constituição.

Inspirando-se no princípio de promoção e solidariedade social, a confraria pretende contribuir para o desenvolvimento sócio-económico e cultural da freguesia de Vila Nova, que ocupa uma vasta área da Serra da Lousã, através de estudos e divulgação dos produtos silvo-alimentares.

Esta é a quinta confraria a ser criada no concelho de Miranda do Corvo, com cerca de 13 000 habitantes, depois da Cabra Velha, Geropiga dos Moinhos, Vinho de Lamas e Matança do Porco.

A Confraria dos Ungulados, Javali e Castanha pretende promover a chanfana de javali, estufado de veado e de javali e pão de farinha de castanhas.

De acordo com os estatutos, compromete-se a promover e apoiar medidas tendentes à preservação e recuperação da fauna e da flora autóctones, nomeadamente de espécies cinegéticas, das ervas aromáticas e condimentares.

Enquanto pessoa colectiva de direito privado de âmbito nacional, fundamenta a sua existência e as suas acções na convicção de que “a actividade cinegética, os magustos e o cultivo do castanheiro são fonte e fruto de cultura e influenciam de maneira clara as vivências ocupacionais da comunidade”.

Actualmente, há mais de 3 000 veados em estado selvagem na Serra da Lousã e áreas envolventes, descendentes de cerca de uma centena de animais reintroduzidos na serra no final dos anos 1990, no âmbito de um projecto liderado pela Universidade de Aveiro.

Dentro em breve, a Confraria dos Ungulados, Javali e Castanha vai eleger os seus corpos sociais e agendar o seu primeiro capítulo, tendo já escolhido para madrinha a Confraria do Vinho de Lamas.