Coimbra  29 de Janeiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Miranda do Corvo: Duas antigas escolas passam a espaços polivalentes

13 de Dezembro 2019

A Câmara de Miranda do Corvo está a recuperar duas escolas primárias desactivadas na freguesia de Vila Nova para as colocar ao serviço de diversas actividades, num investimento de 120 000 euros.

“Estes são edifícios com forte vínculo emocional à comunidade e o objectivo é refuncionalizá-los e colocá-los ao serviço da população”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara, Miguel Baptista, salientando que tratar-se de “espaços polivalentes para albergar diversas actividades ligadas ao turismo, à natureza e à cultura”.

Segundo o autarca, o objectivo é transformar as antigas escolas “em espaços âncora para a fixação da população nas suas aldeias com especial sentido comunitário”.

A antiga escola primária de Vila Flor, que já se encontra em fase mais adiantada de obra, vai ficar preparada para que, segundo a autarquia, “se possa utilizá-la para inúmeras actividades ligadas ao turismo, à natureza e até em iniciativas dos habitantes da aldeia”.

De acordo com Miguel Baptista, “a reabilitação do estabelecimento de ensino vai ajudar a potenciar outros equipamentos existentes na zona, como, por exemplo, o Centro de Estágio e Trail Running ou os percursos pedestres”.

“Dada a proximidade do edifício aos Caminhos de Fátima, permitirá também que o espaço possa ser usado como ponto de apoio aos peregrinos e caminhantes”, adiantou o autarca.

Na parte mais alta do concelho, também na freguesia de Vila Nova, a autarquia prepara-se para avançar com a requalificação da antiga escola primária do Torno, com o objectivo de albergar actividades ligadas ao turismo na serra, culturais, estudo, lazer e comunitárias.

A reabilitação do estabelecimento de ensino vai permitir “a utilização de pessoas com mobilidade condicionada, estando prevista a construção de uma rampa de acesso”.

Uma das novidades do projecto é a criação de uma pequena copa de apoio e o arranjo da antiga sala de aula para fazer um espaço polivalente. “Será um edifício preparado para inúmeras actividades”, garante a Câmara de Miranda do Corvo.

As duas intervenções, inseridas numa candidatura a fundos comunitários, representam um investimento de cerca de 120 000 euros, comparticipado em 85 por cento pelo Programa de Desenvolvimento Rural (PDR2020).

“A Câmara Municipal ambiciona requalificar mais escolas noutras freguesias do concelho, que não estejam a ser utilizadas, assim que surjam mais oportunidades de candidatura para esses investimentos”, sublinha o autarca Miguel Baptista.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com