Coimbra  4 de Agosto de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Miranda do Corvo apoia aquisição de veículo para Bombeiros Voluntários

27 de Abril 2021 Jornal Campeão: Miranda do Corvo apoia aquisição de veículo para Bombeiros Voluntários

O Executivo de Miranda do Corvo aprovou a atribuição de um subsídio de 160 000 euros para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do concelho.

A verba será usada pela corporação para fazer face às despesas de aquisição de um veículo florestal de combate a incêndios (VFCI), que, segundo a Câmara Municipal, deverá ser entregue “dentro de algumas semanas”.

De acordo com a proposta do presidente da autarquia, Miguel Baptista, a actual frota dos Bombeiros apresenta alguns anos, tendo sido identificada “a necessidade de proceder à aquisição” deste veículo.

“O concelho de Miranda do Corvo encontra-se em zona de alto risco de incidência de fogos florestais, o que obriga os Bombeiros Voluntários a terem capacidade de resposta para combate aos incêndios”, refere o documento.

Recorde-se que a autarquia mirandense aumentou, em Fevereiro deste ano, a comparticipação financeira à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo, passando a atribuir 10 000 euros mensais. De referir que o apoio autárquico tem subido todos os anos desde 2014, altura em que foi assinado o primeiro protocolo entre as duas entidades.

A maior fatia desta verba – 7 500 euros – é usada para despesas de funcionamento e os restantes 2 500 destinam-se a despesas com equipamento “necessário à actividade operacional”. A este valor mensal acrescem 2 500 euros, montante que cabe ao Município de Miranda do Corvo devido à criação de uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP) no concelho.

De referir que o Município tem aprovado, nos últimos anos, a atribuição de apoios extraordinários à corporação para aquisição de viaturas — duas ambulâncias em 2015; uma VFCI em 2016; e um veículo cisterna em 2017 —ou, mais recentemente, a entrega de equipamento de protecção individual devido à pandemia da covid-19.