Coimbra  29 de Novembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Miradouro de Monte Formoso vai passar a ter biblioteca livre

4 de Novembro 2021 Jornal Campeão: Miradouro de Monte Formoso vai passar a ter biblioteca livre

O bairro de Monte Formoso, em Coimbra, mais propriamente o miradouro, vai passar a ter disponível uma biblioteca comunitária.

A iniciativa surge duma candidatura feita ao Programa Bairro Feliz, promovido pelo Pingo Doce de Eiras, na qual acabou por ser a grande vencedora.

Neste sentido, o miradouro do bairro de Monte Formoso terá uma mini-biblioteca de rua que permite a livre circulação de livros entre as pessoas do bairro e não só, visto que o local é, segundo a responsável da causa Ana Caldeira, muito visitado.

A estrutura da biblioteca será feita em acrílico de forma a resistir à exposição ao ar livre e estará já em Dezembro disponível para todos. Esta causa foi orçamentada em 725 euros, valor oferecido agora pelo Pingo Doce.

Ana Caldeira afirma que o lema da causa é “os meus livros são teus”, o que significa que qualquer pessoa pode ir buscar um livro ou colocar, de forma a que funcione em livre circulação e sem controlo. “É uma iniciativa eco-cidadão, vamos reciclar e dar novo uso aos nossos livros”, revela.

O Bairro Feliz, que é uma iniciativa a nível nacional e que já vai na terceira edição, visa apoiar uma causa que possa melhorar o bairro onde as lojas estão inseridas. As causas podem ser apresentadas por um grupo de vizinhos ou por entidades locais.

Em concurso com a “Biblioteca Comunitária” esteve “O Jardim Mais Charmoso do Monte Formoso”, ambas pertenciam ao mesmo bairro e foram representadas por grupos de vizinhos.

A selecção para decidir qual das causas seria a vencedora consistiu num mealheiro, correspondente a cada projecto, onde os clientes, a cada compra igual ou superior a 10 euros, tinham direito a uma “Moeda Bairro Feliz” para colocar na sua iniciativa preferida. No final, o vencedor foi escolhido consoante a pesagem dos mealheiros.

O mealheiro da biblioteca livre registou 24.650 quilogramas enquanto que o jardim alcançou apenas 22.450 quilogramas.

Fernando Vasco, gerente da loja de Eiras, afirmou que nesta edição houve, a nível nacional, mais de duas mil causas inscritas com candidaturas em diversas áreas, como a saúde, turismo, educação, ambiente, entre outras. No distrito participaram as 12 lojas, sendo cinco em Coimbra, três na Figueira da Foz, e as de Condeixa, Mira, Oliveira do Hospital e Soure.

O gerente afirma que a iniciativa é para continuar e apela a que os vencidos continuem a participar.