Coimbra  21 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Metrobus: Manuel Machado acena com 50 milhões de euros

19 de Março 2018

Manuel Machado, presidente da Câmara Municipal de Coimbra, deu como garantida, hoje, uma dotação de 50 milhões de euros para o Metrobus.

A disponibilização da verba resulta da reprogramação da atribuição de fundos da União Europeia através do “Portugal 2020”.

Fonte autorizada disse ao “Campeão” que a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa, diligenciou no sentido de o projecto ser co-financiado através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR).

A medida permite não sobrecarregar o Programa Operacional Regional do Centro, que foi objecto de reprogramação para fazer face a necessidades decorrentes do catastrófico incêndio florestal de meados de 2017.

No início do mês, a autarca Lúcia Santos, a par de deputados do CDS/PP, havia questionado o presidente da Câmara conimbricense sobre quando seria lançado o concurso para a implantação do Metrobus. Na altura, Manuel Machado, não se manifestou em condições de revelar quando seria divulgado o anúncio da abertura do concurso.

O autarca limitou-se a aludir a uma dotação de 50 milhões de euros caso o projecto do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM) avance no âmbito da reprogramação, prevista para este mês, dos fundos comunitários do “Portugal 2020”.

“Vamos até onde dá”, declarou o edil, citado pela Agência Lusa.

O figurino preconizado para retirar do impasse o SMM, denominado Metrobus, foi anunciado, a 02 de Junho de 2017, pelo ministro Pedro Marques, que acenou com a concretização do projecto até 2021.

O SMM deverá desfrutar da variante da Solum, concebida na expectativa de angariar mais passageiros.

A variante, que já fez parte do malogrado projecto de Metro de superfície, consiste numa incursão do itinerário do Metrobus pela área comercial e pela zona escolar adjacentes ao Estádio Cidade de Coimbra.

O Metrobus contempla a circulação de 20 veículos por hora entre o Alto de S. João e Coimbra – B. Entre Lousã e Coimbra há possibilidade de circularem cinco veículos por hora e entre a cidade e Miranda do Corvo a frequência pode duplicar. A ligação ao polo hospitalar de Celas pode ser assegurada de quatro em quatro minutos (15 veículos por hora).

Manuel Machado considerou o dia 02 de Junho de 2017 “especialmente esperançoso para Coimbra e sua região”.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com