Coimbra  12 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Memórias de Abril com Cândida Almeida e Odete Isabel no Casino Figueira

22 de Março 2024 Jornal Campeão: Memórias de Abril com Cândida Almeida e Odete Isabel no Casino Figueira

Em mês de comemoração dos 50 anos da Revolução dos Cravos, a Coimbra Business School – ISCAC promove no dia 4 a conferência “Memórias de Abril”, pelas 18h30, na sala Figueira do Casino da Figueira da Foz.

Uma das convidadas é Cândida Almeida, Procuradora-geral adjunta jubilada e ex-directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, que liderou durante 12 anos (2001 a 2013). Cândida Almeida tinha 26 anos quando foi a primeira mulher portuguesa a entrar para a magistratura e escolheu ser Procuradora. Como dirigente do DCIAP coordenou investigações delicadas, tais como a ‘Operação Furacão’, que envolveu quatro dos maiores bancos portugueses, ou o caso Freeport, que implicou familiares do então primeiro-ministro José Sócrates.

Outra convidada é Odete Isabel, que nasceu em Montouro, freguesia de Covões, concelho de Cantanhede, residindo desde tenra idade na Mealhada. Maria Odete Isabel foi uma das “cinco magníficas” eleitas presidentes de Câmara em 1976, nas primeiras autárquicas da democracia portuguesa, onde 299 dos 304 municípios foram ganhos por homens.

Agora aposentada, Odete Isabel planeou e organizou os Serviços Farmacêuticos do Centro Hospitalar de Coimbra (Hospital dos Covõe, Maternidade Bissaya Barreto e Hospital Pediátrico), que dirigiu até 1994, quando assumiu a reorganização dos Serviços Farmacêuticos dos HUC, na qualidade de directora dos mesmos. Em 2010 foi galardoada com a Medalha dos Serviços Distintos do Ministério da Saúde, Grau Ouro, pela ministra Ana Jorge.