Coimbra  18 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Meia tonelada de peixe morto: CMC faz apelo à EDP

1 de Setembro 2017

Perante meia tonelada de peixe morto no rio Ceira, a Câmara de Coimbra apelou, hoje, à EDP no sentido de ela abrir as comportas da barragem do Alto Ceira.

Segundo a autarquia, a descarga em contínuo de caudal possível é benéfica ao nível da renovação da água, ajudando a eliminar os agentes causadores da mortandade, e contribui para arrastar o peixe que se encontra em putrefacção.

Na óptica da CMC, trata-se de “um verdadeiro problema ambiental e de saúde pública junto a povoações ribeirinhas” do vale do Ceira, com “possíveis graves consequências ao nível da captação e da distribuição de água para consumo humano”.

Entre outros aspectos, o Município pediu “a realização de análises à qualidade da água para garantia das suas características e, consequentemente, de fornecimento e da saúde dos cidadãos, além da determinação dos factores que originaram a situação”.

Sob supervisão da Agência Portuguesa do Ambiente, a autarquia interveio para minimizar o problema. Nesse sentido, elementos da Companhia de Bombeiros Sapadores de Coimbra e da Divisão de Ambiente da CMC, munidos de um bote, retiraram do rio 520 quilos de peixe morto.

A Câmara conimbricense irá prosseguir com a recolha, sábado (02), em Cabouco, Boiça e Tapada.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com