Coimbra  22 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Médicos: Vagas a concurso não resolvem escassez de especialistas

29 de Dezembro 2016 Jornal Campeão: Médicos: Vagas a concurso não resolvem escassez de especialistas

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) considera insuficiente o número de vagas colocadas a concurso para reforçar o Serviço Nacional de Saúde, nomedamente nas especialidades de pediatria, ginecologia/obstetrícia, medicina interna, cirurgia geral e anestesiologia.

“A título de exemplo, as vagas para pediatria e ginecologia/obstetrícia não ajudam a colmatar as necessidades já identificadas nas maternidades e no Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra”, refere o presidente da SRCOM.

Segundo Carlos Cortes, “este concurso fragiliza ainda mais as maternidades de Coimbra e a Ordem dos Médicos veio denunciar publicamente estas carências porque a situação já é de sufoco”.

“Há uma gritante carência de recursos humanos, que coloca em risco a existência de uma escala de urgência, com as mulheres e as crianças da região Centro a estarem a ser prejudicadas face a esta insensibilidade da tutela”, considera.

Sobre o recente anúncio da construção de um edifício para juntar as duas maternidades existentes em Coimbra, o presidente da SRCOM diz aguardar a prossecução do projecto, mas comenta que “os cuidados de saúde não se cingem apenas às estruturas físicas”. “É urgente colmatar as carências de recursos humanos para dar continuidade à resposta assistencial, enquanto se aguarda a construção da maternidade”, acrescenta.