Coimbra  19 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Médicos e enfermeiros com adesão entre 80 e 85 por cento no CHUC

2 de Julho 2019

Os números preliminares de adesão à greve no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra(CHUC) rondam os 80 por cento no caso dos médicos e cerca de 85 por cento nos enfermeiros, disseram hoje fontes sindicais.

Em declarações à Lusa, junto à portaria principal dos CHUC, José Carlos Almeida, do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), apontou uma adesão à paralisação na casa dos 80 por cento.

O médico hematologista, que está, ele próprio, a cumprir serviços mínimos em consultas de oncologia, explicou que o SIM possui uma plataforma na Internet onde vai recolhendo dados da paralisação ao longo do dia de hoje.

Já Nuno Fonseca, do Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (SINDEPOR), estimou que a adesão à greve em Coimbra entre as 08h00 e as 11h00 de hoje ronde os 84 por cento a 85 por cento.

Nuno Fonseca lembrou, ainda, que o tribunal arbitral decretou que os serviços mínimos “serão aqueles [enfermeiros] que estão presentes ao domingo, com algumas salvaguardas”. “O número necessário inclui urgências e casos oncológicos. Tudo isso está previsto e devidamente salvaguardado”, afirmou.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com