Coimbra  17 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Médicos: Atribuição ao CHUC é desajustada, diz Ordem

27 de Julho 2018

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) considerou, hoje, desajustada a atribuição de vagas ao Centro Hospitalar Universitário de Coimbra para colocação de clínicos.

A abertura de concurso para o efeito contempla o CHUC com 47 vagas.

Para Carlos Cortes, presidente da SRCOM, trata-se de uma cifra “muito abaixo daquilo que são as necessidades do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, unidade de referência para toda a região”.

“O Ministério da Saúde está a seguir uma estratégia de asfixia do CHUC, formador do dobro dos especialistas que agora lhe são atribuídos”, alega aquela estrutura regional da Ordem dos Médicos.

Segundo a SRCOM, Cirurgia, Anestesia, Medicina Interna, Ginecologia e Pediatria, entre outros serviços hospitalares, são áreas clínicas a sofrer de “enormes necessidades”, avultando a importância de cada uma delas no âmbito do Serviço de Urgência.

“Nenhum destes serviços receberá o número de especialistas necessários para o respectivo normal funcionamento; isto revela, por parte do Ministério da Saúde, uma vontade de esvaziar o CHUC e um enorme desprezo pelos doentes”, opina Carlos Cortes.

A SRCOM reclama, por outro lado, que o Governo “corrija, de imediato”, uma alegada “falha grave” na atribuição de vagas para o Hospital de Aveiro.

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com