Coimbra  16 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Médico do CHUC participa na elaboração de directrizes internacionais

25 de Outubro 2019

João Mariano Pego, médico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), é o primeiro português a participar na elaboração das directrizes do ‘International Council for Standardization in Haematology’ (ICSH).

As boas práticas médicas regulam-se pelo seguimento de orientações internacionais de entidades reconhecidas, ficando o CHUC, deste modo, ligado à elaboração desta importante recomendação internacional.

O ICSH é um comité de padronização nas áreas de Hematologia e Hemostase, que elabora directrizes internacionais nestes serviços e trabalha em parceria com a Organização Mundial de Saúde.

As orientações agora publicadas, fornecem um guia para a criação de uma política laboratorial de comunicação de valores críticos em coagulação e para além de Portugal contou com a colaboração de médicos dos Estados Unidos da América, França, Itália, Irlanda, Irão e Austrália.

João Mariano Pego é médico especialista de patologia clínica e esclarece que esta “‘guideline’ identifica os testes de coagulação que tendo um valor crítico têm risco potencial para o doente, com base no tipo de parâmetro analítico, resultado do teste e patologia do doente. São definidos limiares de resultados críticos e determinadas as normas aceitáveis para a comunicação destes valores, os mecanismos e os documentos necessários”.

O especialista refere, também, que “a comunicação de valores críticos pode ser determinante para salvar a vida do doente, uma vez que mediante certos resultados de determinados parâmetros é recomendado o contacto imediato e directo para informar as alterações analíticas que podem colocar em causa a vida do doente, permitindo, assim, a imediata tomada de medidas correctivas e aumentando, desta forma, a probabilidade das anomalias serem corrigidas em tempo útil”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com