Coimbra  24 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Mealhada pretende receber financiamento para recuperar Mata Nacional do Bussaco

16 de Agosto 2021 Jornal Campeão: Mealhada pretende receber financiamento para recuperar Mata Nacional do Bussaco

O Município da Mealhada e a Fundação Mata do Bussaco tencionam tirar o maior partido da nova medida financeira de 25 milhões de euros para recuperação de matas nacionais e perímetros florestais.

Recorde-se que a nova medida foi apresentada, recentemente, pelo Governo, na Mata Nacional do Bussaco.

O presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, garantiu ao ministro do Ambiente e Acção Climática, João Pedro Matos Fernandes, no decorrer da cerimónia de apresentação do referido programa governamental, que o Município “procurará sempre, até ao limite das suas possibilidades, financiamento para continuar as melhorias na Mata do Bussaco”.

A União Europeia atribuiu a Portugal 45 milhões de euros para o programa “Resiliência dos Territórios Face ao Risco”. Destes, 25 milhões serão afectos à recuperação de matas nacionais e perímetros florestais (com mais de metade desta fatia), sendo os restantes distribuídos por acções de rearborização de áreas desérticas do interior do país, e desenvolvimento de viveiros florestais públicos e de sementes.

É nesta categoria, dotada com 25 milhões de euros e reservada para a recuperação e manutenção dos territórios submetidos ao Regime Florestal (Matas Nacionais e Perímetros Florestais), que autarquia da Mealhada e a Fundação Mata do Bussaco acreditam poder ser elegíveis. “Estamos a trabalhar nesse sentido, uma vez que os avisos de concurso serão feitos ainda em Agosto e Setembro e o dinheiro terá que ser gasto até 2023”, sublinhou Rui Marqueiro.

O autarca lembra que a Mata do Bussaco é a “jóia da coroa” do concelho da Mealhada, o que justifica que a autarquia tenha assumido o custo da componente financeira nacional nas várias obras de requalificação que ali têm sido desenvolvidas, nomeadamente a recuperação do Convento de Santa Cruz e ermidas da Via-Sacra.

Recentemente, a Câmara da Mealhada adjudicou – e já obteve visto do Tribunal de Contas – a obra de requalificação das antigas garagens do Palace Hotel do Bussaco, que serão convertidas num espaço de acolhimento ao visitante.