Coimbra  24 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Mealhada incentiva crianças a usarem bicicleta

7 de Maio 2021 Jornal Campeão: Mealhada incentiva crianças a usarem bicicleta

O Município da Mealhada, em parceria com o Agrupamento de Escolas, vai promover o uso da bicicleta junto das crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo, no âmbito do Edubike – Programa de Promoção da Bicicleta.

De acordo com a autarquia, o Edubike tem duas vertentes do Programa Operacional Pedalar – uma direccionada ao pré-escolar (“PréPOP”) e outra ao 1.º ciclo do ensino básico (“POP”).

O “PréPOP” é uma ferramenta “faz-de-conta”, onde se propõe que crianças com idade pré-escolar encarnem várias personagens e assumam diferentes papéis e funções – o polícia sinaleiro, o dono da estação de carregamento de energia eléctrica das bicicletas, o encarregado do ecoponto e do centro de reciclagem, entre outras. Todo este contexto é criado e adaptado à sala de aula ou ao espaço exterior, onde as crianças podem andar mais livremente de bicicleta, não existindo por isso uma limitação para a prática das actividades. “O cenário a criar contemplará uma rotunda, uma estação de carregamento eléctrico (faz de conta) das bicicletas, um ecoponto, um centro de reciclagem e alguns arranha-céus, tudo ao tamanho dos pequenos residentes, de modo a desempenharem os seus papéis na cidade, a brincar”, disse a Câmara Municipal, acrescentando que a cidade é construída a partir do aproveitamento de caixas de papelão, que são transformadas em objectos, edifícios ou serviços que cada escola queira implementar na sua cidade.

Já o “POP” consiste num jogo de aprendizagem que estimula as crianças do 1.º ciclo a perceberem melhor este conceito de mobilidade suave e ciclável e de cidadania, com ênfase na experimentação e na promoção da aprendizagem por via da interacção. Para além dos jogos, são também promovidas práticas no contexto social e urbano onde se vêm perante situações do dia-a-dia, numa cidade criada por linhas no chão e por onde as crianças podem circular com a devida precaução e sob normal de conduta de um espaço citadino real. As crianças são ensinadas a respeitar todos os utilizadores da via pública, sejam condutores, peões ou utilizadores de qualquer meio de transporte, promovendo a segurança rodoviária. No final será feita uma associação de valores entre a bicicleta, a saúde, a qualidade do ar e a preservação da nossa casa (planeta).

Para o desenvolvimento das várias iniciativas do programa, o Município de Mealhada irá disponibilizar diversos materiais que circularão por vários estabelecimentos de ensino – 10 balance bikes (bicicletas sem pedal); 20 capacetes; oito bicicletas roda 20; duas bicicletas adaptadas a crianças com necessidades educativas especiais (pré-escolar e 1.º ciclo); um conjunto de caixas previamente desenhadas para recriação da cidade no âmbito do “PréPOP”; transferes para pintura de chão de uma cidade de mobilidade e jogos populares para o “POP”; jogos amovíveis e preparados para recreio com quatro obstáculos em madeira (ponte d’equilíbrio, dá cá 5, árvore e sobe e desce).

Num primeiro momento, esta iniciativa incluiu a formação de professores, educadores, animadores e técnicos municipais, no âmbito do Programa Operacional Pedalar. A formação compreendeu uma introdução ao conceito de mobilidade sustentável, a apresentação das metodologias “PréPOP” e “POP”, a exemplificação de actividades práticas que permitam trabalhar as capacidades motoras, o equilíbrio e o aprender a andar de bicicleta, bem como a aplicação do programa a crianças com necessidades educativas especiais.

Esta actividade integra um projecto mais amplo, designado de “Mealhada +: educação, bicicleta e sustentabilidade”, financiado pelo Fundo Ambiental, no âmbito do Aviso nº779/2020. Recorde-se que este projecto de sensibilização e educação para a bicicleta na escola e na comunidade procura cimentar a ligação da bicicleta e do transporte público à população escolar e consciencializar para os impactos na qualidade do ar e do ruído ambiente. Para o efeito será instalado um sistema piloto, colaborativo de bicicletas convencionais e definidos percursos cicláveis seguros. Esta iniciativa privilegiará ainda aprendizagem (ensinar a andar de bicicleta), e a aquisição de competências de destreza motora, salvaguardando ainda as componentes da segurança e circulação em via pública, e manutenção das bicicletas/equipamentos utilizados.