Coimbra  22 de Abril de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Mealhada aprovou concurso para reabilitar antiga garagem do Palace Hotel do Bussaco

3 de Março 2021 Jornal Campeão: Mealhada aprovou concurso para reabilitar antiga garagem do Palace Hotel do Bussaco

A Câmara Municipal da Mealhada aprovou o lançamento do concurso público para a reabilitação da antiga garagem do Palace Hotel do Bussaco, uma obra que ultrapassará um milhão de euros.

A antiga garagem, situada junto aos jardins do Hotel, “será convertida num espaço multi-serviços de apoio ao visitante, com loja, cafetaria, instalações sanitárias (para pessoal e para visitantes) e sala polivalente, com uma valência de carácter expositivo e lúdico”, informou a autarquia.

A obra, cujo prazo de execução é de um ano, tem o preço base de 980 000 euros, aos quais acresce IVA a 6%, representando o investimento mais de um milhão de euros.

O Executivo informou que “tal como o restante património existente na Mata Nacional do Bussaco, a antiga garagem é propriedade do Estado Português e concedida em regime de usufruto à Fundação Mata do Bussaco. Por força do Protocolo de Colaboração outorgado, a 5 de Junho de 2020, com a Direcção Regional de Cultura do Centro (DRCC), cabe à Câmara da Mealhada a execução da empreitada, tal como, de resto, já sucedeu com a recuperação do Convento de Santa Cruz e capelinhas da via-sacra”.

De acordo com o protocolo referido, “o Município da Mealhada compromete-se a executar o projecto de recuperação assumindo, para esse efeito, o papel de dono da obra”, competindo à DRCC “prestar o apoio técnico necessário, quer na fase do lançamento dos procedimentos pré-contratuais inerentes à realização da intervenção, quer na fase de acompanhamento da respectiva execução”.

Esta empreitada insere-se na candidatura apresentada, no âmbito do aviso número Centro-14-2016-01, domínio sustentabilidade e eficiência no uso de recursos do programa Centro 2020.

“É mais um passo que damos para a requalificação e preservação de todo o espólio que temos na Mata do Bussaco e melhorando, significativamente, os espaços de acolhimento ao visitante, proporcionando-lhe uma melhor experiência”, sublinhou Rui Marqueiro, presidente da Câmara Municipal da Mealhada.

“Estamos na lista indicativa da UNESCO e a trabalhar, já há algum tempo, para apresentar uma candidatura do “Deserto dos Carmelitas Descalços e Conjunto Edificado do Palace do Bussaco” à classificação de Património Mundial da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Estas obras na antiga garagem do Palácio do Bussaco só vêm reforçar ainda mais o incomensurável valor cultural, histórico, patrimonial, religioso, militar e natural existente nos 105 hectares da Mata Nacional do Bussaco”, afirmou o autarca.