Coimbra  22 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

“Mais Coimbra” diz que “nem o exemplo” de Costa desperta Machado

30 de Junho 2017 Jornal Campeão: “Mais Coimbra” diz que “nem o exemplo” de Costa desperta Machado

A coligação “Mais Coimbra” considerou, hoje, que “nem o exemplo” de António Costa, no sentido de atrair investimento estrangeiro, desperta Manuel Machado.

A consideração da coligação formada pelo PSD, CDS/PP, PPM e MPT ocorreu depois de Jaime Ramos, candidato à liderança do Município conimbricense, se ter reunido com o presidente da sociedade iParque, proprietária do Parque de Inovação em Ciência, Tecnologia e Saúde.

Neste contexto, o médico indica que, há três meses, António Costa anunciou a criação de uma unidade de missão capaz de criar um “quadro atractivo” para alocar, em Portugal, empresas que deixem a Grã-Bretanha na sequência da sua desvinculação da União Europeia (Brexit).

“É lamentável que a Câmara de Coimbra se mantenha alheada e nada faça para captar parte desta enorme massa de empresas”, opina Jaime Ramos.

Segundo um comunicado da coligação de Centro-Direita, o médico, ficou “desiludido com a taxa de ocupação” do complexo da iParque (empresa de que a Câmara de Coimbra é a principal accionista).

“A única empregadora de relevo, com dimensão, ali instalada é a AIRC – Associação de Informática da Região Centro, que meramente se deslocalizou dentro do concelho de Coimbra”, assinala Ramos, vincando não ter havido efectiva criação de postos de trabalho “quando tanto poderia ter sido feito”.

Para o médico, “um mínimo de iniciativa” por parte da principal autarquia conimbricense “aconselharia a que [ela] se colocasse ao lado do Governo (…) para participar activamente na captação de empresas apostar na criação de postos de trabalho em Coimbra”.

O candidato de “Mais Coimbra” à liderança do Município afirma possuir “a visão de uma área metropolitana, com os concelhos vizinhos a trabalhar em conjunto no desenvolvimento económico, sustentável, com coesão social e atraindo investidores”.