Coimbra  25 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Lousã aumentou saldo de gerência e reduziu prazo de pagamentos em 2021

27 de Abril 2022 Jornal Campeão: Lousã aumentou saldo de gerência e reduziu prazo de pagamentos em 2021

A Câmara da Lousã registou em 2021 um aumento do saldo de gerência em 35% para cerca de 1,6 milhões de euros e reduziu o prazo médio de pagamentos.

Em 2021, a Câmara Municipal da Lousã registou um aumento do saldo de gerência de 35% face a 2020, tendo encerrado as contas de 2021 com 1,586 milhões de euros, explicou o Município.

Em 2021, conseguiu também reduzir de 47 para 20 dias o prazo médio de pagamentos e diminuiu a sua dívida a terceiros em 5,7% (cerca de 146 mil euros).

Essa redução junta-se a outra, mais substancial, em 2020, de mais de 1,2 milhões de euros, destacou a autarquia.

Segundo fonte da Câmara da Lousã, a dívida global da Câmara Lousã era, no fechar das contas de 2021, de 3,7 milhões de euros.

“Além disso, o limite da dívida total está em 0,35% da média da receita corrente dos últimos três anos, quando o limite máximo legal é 1,50% dessa média”, destacou a autarquia.

Em 2021, a Câmara da Lousã teve uma taxa de execução da receita de 88,94%.

O presidente do Município, Luís Antunes, realçou que, “num ano difícil, a autarquia conseguiu uma concretização significativa de objetivos estruturais, ao mesmo tempo que implementou diversas acções de combate aos efeitos da pandemia, que significou mais um milhão e 100 mil euros de investimento adicional e 400 mil euros de diminuição de receita”.

O presidente da Câmara Municipal sublinhou ainda que, “num ano particularmente desafiante, a autarquia cumpriu com todas as suas obrigações legais, nomeadamente a regra do equilíbrio orçamental, mesmo estando esta suspensa”.

O edil elogiou ainda o investimento “expressivo e continuado nas pessoas, com as funções sociais a representarem cerca de três milhões e duzentos e cinquenta mil euros”.