Coimbra  21 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Lousã assinou contrato para requalificar Ribeira de São João

22 de Julho 2021 Jornal Campeão: Lousã assinou contrato para requalificar Ribeira de São João

Os Paços do Concelho da Lousã acolheram, ontem (21), a assinatura do contrato para a requalificação da Ribeira de São João.

A intervenção terá um custo superior a 104 mil euros e é financiada pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), no âmbito dos projectos de reabilitação e valorização fluvial – REACT-EU. Após a realização de concurso público, a obra foi adjudicada à empresa MARSILOP-Sociedade de Empreitadas, S.A.

Os trabalhos têm um prazo previsto de três meses e contemplam “intervenções na zona da Sra. da Piedade (comportas, muretes e outros); Penedo (reconstrução/estabilização de muros/margens); e na zona de Cacilhas, onde serão realizados trabalhos de estabilização de margens e construída uma ponte pedonal – paralela à ponte rodoviária existente – onde será suspensa a conduta de abastecimento de água existente”, disse o Município da Lousã.

De referir que os projectos financiados no âmbito do REACT-EU pretendem dar resposta parcial às necessidades identificadas nos Planos de Gestão de Riscos de Inundação, no âmbito da Directiva Inundações e às medidas preconizadas nos Planos de Gestão de Região Hidrográfica que visam atingir o bom estado das massas de água.

Estas intervenções, que serão acompanhadas pela APA, têm um caracter holístico que incluem a recuperação da qualidade das massas de água, a protecção dos ecossistemas e a promoção da biodiversidade e a promoção da defesa contra cheias de pessoas e bens.

 

Lousã apoia financeiramente colónias de férias da ARCIL

O Executivo Municipal da Lousã aprovou atribuir um apoio financeiro de 750 euros à Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã (ARCIL) para a realização do programa de colónias de férias.

Segundo o Município, “esta medida tem sido recorrente ao longo dos últimos anos e, considerando o impacto positivo que a participação dos utentes nas colónias de férias tem, nomeadamente para o seu bem-estar físico e mental, assume-se como um importante apoio às famílias”.

De referir que esta ajuda financeira se insere nas políticas e práticas de inclusão em que a autarquia se tem empenhado em estreita articulação com as entidades directamente envolvidas.