Coimbra  26 de Junho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Lixo reciclável com recolha ‘porta-a-porta’ em Condeixa

4 de Setembro 2018

Desde 20 de Agosto que os comerciantes de Condeixa-a-Nova têm à sua disposição o serviço de recolha de lixo reciclável, uma iniciativa da ERSUC – Resíduos Sólidos do Centro, em colaboração com a Câmara Municipal.

O objectivo desta medida é “aumentar a quantidade e a qualidade do lixo reciclável”, através de um serviço de recolha selectiva multimaterial porta-a-porta, dedicada aos estabelecimentos comerciais (sector não doméstico).

“É um sistema já experimentado noutros países e com resultados muito relevantes ao nível da quantidade de lixo indiferenciado que é enviado para aterro, que baixou drasticamente após a introdução das novas regras”, destaca Nuno Moita, presidente da autarquia.

O autarca sublinhou ainda que “a quantidade de lixo que se produz é uma das maiores ameaças à sustentabilidade e este é um passo muito importante para promover a reciclagem e reduzir o impacto ambiental”, acrescentando ainda que “o sucesso deste novo sistema depende muito da colaboração dos munícipes”, apelando, por isso, à adesão e empenho de todos.

Os estabelecimentos comerciais tiveram, numa primeira abordagem, acesso a sacos de plástico, nas respectivas cores de cada um dos resíduos (papel/cartão; vidro e embalagens), de forma a permitir o acondicionamento separado dos mesmos.

Desde Agosto que a recolha destinada à reciclagem é realizada três vezes por semana (papel/cartão e de embalagens acontece às segundas e quintas-feiras; a do vidro aos sábados). Aquando da recolha, são entregues aos utilizadores novos sacos, em quantidade adequada às suas necessidades.

Segundo a autarquia, “a introdução deste novo sistema pretende reduzir a produção de lixo indiferenciado e aumentar a recolha selectiva, abrindo caminho para a implementação, no sector não doméstico, de um sistema de recolha de resíduos baseado no sistema PAYT – Pay as You Throw (Paga pelo que deita fora)”. Assim, “em breve será possível aderir a um novo tarifário PAYT, mais justo e equitativo, que beneficia quem menos lixo indiferenciado produz”, esclarece o Município de Condeixa.

A nova tarifa deixará de estar indexada ao consumo de água, como acontece actualmente, passando a estar associada ao volume de resíduos indiferenciados, sendo possível, com este sistema, “premiar” os cidadãos que fazem a separação selectiva e que demonstram preocupação na redução de resíduos indiferenciados.

Para além disso, o novo sistema apresenta “uma maior facilidade e comodidade já que permite ao produtor reciclar sem sair do seu estabelecimento comercial”, salienta.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com