Coimbra  20 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Junta de Freguesia de Febres inaugurou sede renovada

24 de Julho 2019

A Junta de Freguesia de Febres viveu um dia de festa, no passado sábado, ao inaugurar a sua sede renovada.

O evento contou com a presença da presidente da Câmara de Cantanhede, Helena Teodósio, do vice-presidente da autarquia, Pedro Cardoso, entre outras entidades.

A presidente da Câmara sublinhou o facto de “a nova sede resultar de uma parceria entre o Município de Cantanhede e da Junta de Freguesia”. “Estamos perante um bom exemplo de cooperação que tem pautado o relacionamento do executivo camarário com as instituições do concelho, uma cooperação orientada por critérios que levam em linha de conta a dimensão dos projectos e a sua utilidade para as comunidades”, acrescentou.

A líder do executivo camarário enfatizou, ainda, a “importante mais-valia que a obra representa para a freguesia, uma mais valia traduzida na assinalável melhoria das condições de funcionamento dos serviços, mas, também, na qualificação da zona urbana em que está inserido o edifício que surge agora significativamente valorizado do ponto de vista arquitectónico e patrimonial”.

A este respeito, a autarca adiantou que “o investimento realizado deve ser interpretado como estruturante, não só pelas vantagens inerentes à maior funcionalidade e comodidade das instalações, quer para os serviços, quer para a actividade dos órgãos autárquicos, mas estruturante, também, pela identidade distintiva que confere ao centro da vila ao nível da qualificação do espaço público”.

Já Carlos Alves, presidente da Junta de Freguesia de Febres, sublinhou que “foi em boa hora que o Município de Cantanhede decidiu associar-se aos desafios das freguesias, sendo de mais elementar justiça referir que este, exemplarmente, sempre considerou as freguesias como suas parceiras insubstituíveis, promotoras da eficácia nas suas acções”.

Sobre a nova sede, o presidente da Junta afirmou que se trata “da concretização de um projecto para a dignificação de um edifício construído em 1983, que teve como principal linha orientadora a excelência no atendimento ao público e a qualidade de trabalho dos funcionários da autarquia”.

Carlos Alves acrescentou, ainda, que “o edifício se apresenta com uma nova imagem, modernizado, reorganizado, adaptado aos novos desafios, com mais conforto para quem trabalha e para quem recorre aos serviços ali prestados”.

A inauguração da nova sede foi assinalada com uma actuação das Pequenas Vozes de Febres.

 

Junta de Freguesia distinguiu melhor aluno da Escola Carlos Oliveira

Um dos momentos altos da cerimónia de inauguração da nova sede foi a entrega do Prémio Conselheiro Costa Soares a Francisca Cruz, a melhor aluna do 9.º ano da Escola Carlos de Oliveira, de Febres.

Entregue por Licínia Pessoa, presidente da Assembleia de Freguesia, o prémio destina-se a “reconhecer e valorizar o mérito, a dedicação, o comportamento, o esforço no trabalho e o desempenho escolar, tendo, ainda, como objectivo motivas os jovens para dar continuidade ao bom percurso escolar”, conforme explicou o presidente da Junta, Carlos Alves.

 

Câmara Municipal cedeu antigas escolas a colectividades locais

No decurso da cerimónia foram, ainda, assinados os protocolos de cedência das antigas escolas primárias da Fontinha e de Balsas a colectividades locais.

O primeiro espaço foi cedido à Associação Recreativa e Cultural Amigos da Fontinha e ao Rancho Cantarinhas da Fontinha, já na escola de Balsas foi cedida uma sala ao Rancho Rosas de Maio.

Os referidos edifícios são propriedade do Município de Cantanhede, que os cedeu no âmbito de acordos que envolvem, também, a Junta de Freguesia de Febres.

Segundo Helena Teodósio, a cedência justifica-se pelo facto de se “tratar de imóveis com os quais as populações locais mantêm uma ligação afectiva, fazendo todo o sentido que retirem deles algum benefício”.

“É efectivamente uma boa solução para dar utilidade a instalações que de outro modo se degradariam ainda mais sem qualquer vantagem para a entidade proprietária pu para as comunidades a que pertencem”, sublinhou a autarca.

Carlos Alves afirmou que “a Junta de Febres continua a apoiar as associações da freguesia”, uma vez que entendem “que grande parte do dinamismo social, cultural e desportivo criado é resultado do bom trabalho que elas exercem”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com