Coimbra  19 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

José Oliveira é o novo director nacional de Prevenção e Gestão de Riscos da ANEPC

8 de Outubro 2020 Jornal Campeão: José Oliveira é o novo director nacional de Prevenção e Gestão de Riscos da ANEPC

Licenciado em Engenharia Informática pela Universidade de Coimbra, José António Gil Oliveira foi nomeado pelo ministro da Administração Interna para o cargo de director nacional de Prevenção e Gestão de Riscos da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC).

José Oliveira, de 54 anos, é o primeiro dirigente designado na sequência de concurso da CReSAP (Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública) para a ANEPC, desde a entrada em vigor da respectiva “Lei Orgânica”. A sua tomada de posse ocorreu, ontem (07), na sede da ANEPC, presidida pela Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar.

O novo dirigente é licenciado no ramo de Computação pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), tendo ingressado na Função Pública (Instituto de Gestão Informática e Financeira do Ministério da Saúde) em 1992.

De 2001 a 2007 chefiou a Divisão de Informática e Telecomunicações do antigo Serviço Nacional de Bombeiros e do Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil. Em 2007 foi nomeado director da Unidade de Recursos Tecnológicos da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) e, em 2009, director nacional de Planeamento de Emergência da ANPC.

Recebeu, ainda, a medalha de Mérito de Protecção e Socorro no grau Prata e distintivo Laranja, por despacho do Ministro da Administração Interna, de 31 de Março de 2009.

À Direcção Nacional de Prevenção e Gestão de Riscos da ANEPC compete elaborar directrizes gerais para o planeamento de emergência de protecção civil, promover a avaliação dos riscos naturais e tecnológicos e respectivas vulnerabilidades, organizar o sistema nacional de monitorização e comunicação de risco, alerta especial e aviso à população ou assegurar a regulamentação e a fiscalização no âmbito da segurança contra incêndios em edifícios, entre outros objectivos.

A escolha de José Oliveira é, assim, “mais um passo na reforma do sistema de protecção civil e, em concreto, da organização da ANEPC”, revela o Ministério da Administração Interna.