Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

JMJ: Cinquenta mil jovens serão futuros embaixadores turísticos da região Centro

26 de Julho 2023 Jornal Campeão: JMJ: Cinquenta mil jovens serão futuros embaixadores turísticos da região Centro

O presidente da Turismo Centro de Portugal mostrou-se convencido de que os cerca de 50 mil jovens que chegam a partir de hoje à região no âmbito da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) futuramente serão seus “embaixadores turísticos”.

“A nossa crença é a de que, atendendo às características das famílias de acolhimento que temos no Centro de Portugal, estes jovens serão futuros embaixadores turísticos da nossa região”, afirmou Pedro Machado.

No entender do responsável, a região “vai beneficiar quer do ponto de vista da atracção turística, quer do ponto de vista da notoriedade internacional com esta JMJ” e, em particular, com a ida do Papa a Fátima, no dia 5 de Agosto.

“Estamos com uma expectativa elevada. A nossa preocupação é a de que as coisas possam decorrer num clima de segurança, que é isso que se impõe”, frisou.

Segundo Pedro Machado, por ocasião da visita do Papa Francisco em 2017, a região registou “mais de 400 mil dormidas”.

“Acreditamos que este ano, eventualmente por força da JMJ, iremos ultrapassar essa fasquia”, considerou.

A JMJ realiza-se entre 1 e 6 de Agosto, em Lisboa, e são esperadas um milhão de pessoas, naquele que é o maior evento da Igreja Católica.

Pedro Machado estimou que, neste momento, a capacidade de alojamento em Fátima esteja “praticamente esgotada”.

“Isso seria já normal num ano de visita do Papa. Agora, com este acréscimo exponencial provocado pela JMJ, seguramente que vai ultrapassar os números”, considerou o responsável, sublinhando que “Fátima vai ser uma boa experiência e, mais uma vez, um extraordinário cartão de visita de Portugal”.

O presidente da Turismo Centro de Portugal lembrou que esta semana “começam a chegar os jovens que vão ficar nas famílias de acolhimento” antes de seguirem para Lisboa.

“O Centro de Portugal estima receber na ordem dos 50 mil jovens e isso tem um impacto muito importante”, sublinhou.

O Papa, o primeiro a inscrever-se na JMJ, chega a Lisboa no dia 2 de Agosto, tendo prevista uma visita de duas horas ao Santuário de Fátima no dia 5 para rezar pela paz e pelo fim da guerra na Ucrânia.

As principais cerimónias da jornada decorrem no Parque Tejo, a norte do Parque das Nações, na margem ribeirinha do Tejo, em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures, e no Parque Eduardo VII, no centro da capital.

Depois do Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Cidade do Panamá (2019), esta é a quarta JMJ a que preside Francisco.

A deslocação a Portugal, que inclui no dia 5 a presença no Santuário de Fátima pela segunda vez (a primeira foi em 2017), é a sua 42.ª viagem apostólica fora de Itália.