Coimbra  21 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Jardim Botânico de Coimbra acolhe espectáculo “JazzNãoJazzPT”

7 de Setembro 2021 Jornal Campeão: Jardim Botânico de Coimbra acolhe espectáculo “JazzNãoJazzPT”

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra vai acolher, a 2 de Outubro, o espectáculo “JazzNãoJazzPT”, com a participação das bandas Azar Azar, Bardino, Mazarin e Yakuza, anunciou hoje a organização.

“O ‘JazzNãoJazzPT’ pretende fomentar o desenvolvimento de criação artística, intercâmbio criativo, potenciando a relação de proximidade entre músicos e técnicos envolvidos com vista à apresentação do resultado final, um espectáculo ao vivo num casamento bucólico do ‘JazzNãoJazzPT’, o Jardim Botânico de Coimbra e o público”, salienta a organização, em nota de imprensa.

O espectáculo tem curadoria partilhada entre os músicos da banda Bardino e o jornalista e director do Rimas e Batidas, Rui Miguel Abreu, e almeja o “desenvolvimento futuro de projectos artísticos sustentáveis”.

O projecto assume também a necessidade de “uma nova abordagem e liberdade em comunhão com a natureza contrariando a não comunicação que outrora teimosamente existiu entre os géneros musicais juntando uma nova geração de músicos interessada em levar a música para o futuro”.

Num artigo publicado em Dezembro de 2020, Rui Miguel Abreu salientava que há “uma nova geração de músicos interessada em levar o jazz para o futuro”, nos quais inclui os quatro projectos que vão actuar em Coimbra.

O jornalista notava que essa nova geração, com formação no Hot Clube ou em instituições similares, tem vindo a lançar música que “resulta bem mais de um olhar exterior lançado sobre o jazz do que o seu reverso, ou seja, de uma perspectiva fundada no jazz e lançada sobre linguagens”.

“O hip hop, as múltiplas cadências electrónicas, o funk, o rock e o r&b funcionam igualmente como condimentos de receitas de sabores diferenciados que têm contribuído para agitar a cena musical portuguesa contemporânea”, realçava Rui Miguel Abreu.

O espectáculo vai realizar-se pelas 16h30, tendo um número limitado de espectadores, sendo de livre acesso após levantamento prévio de bilhete.

Os bilhetes podem ser reservados através do email jazznaojazzpt@gmail.com, com levantamento no local no próprio dia ou no café Académico, na Praça da República.