Coimbra  16 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

ISEC irá formar professores da Universidade de São Tomé e Príncipe

24 de Julho 2019

Assinatura do protocolo entre o ISEC e a USTP

 

O Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC) irá formar professores da Universidade de São Tomé e Príncipe (USTP), em várias áreas da engenharia, incluindo a orientação de mestrados.

As formações irão iniciar-se em Outubro e incluem as áreas das engenharias civil, electrónica, mecânica e informática, estando prevista a sua realização tanto em Coimbra como em São Tomé.

Para além dos projectos de formação para professores, a parceria entre as duas instituições irá, também, originar formações especificas para profissionais da indústria do petróleo em São Tomé e Príncipe.

O protocolo de cooperação, assinado ontem (23), entre o ISEC e a USTP tem como objectivo “desenvolver uma ampla e eficaz colaboração em temas de interesse comum, tendo como particular enfoque o processo de transmissão de conhecimento em matérias da competência de ambas as partes”.

Para atingir esse mesmo objectivo, as duas instituições irão organizar simpósios, conferências e ‘workshops’, para além das acções de formação a estudantes, professores, investigadores e profissionais da indústria.

“A Universidade de São Tomé e Príncipe e a sua Faculdade de Ciências e Tecnologias têm boas condições tanto para ensinar, como para iniciar alguns projectos de investigação”, afirmou Mário Velindro, presidente do ISEC, acrescentando que “a intervenção do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra será, em primeiro lugar, de contribuir para a qualificação do corpo docente, orientado a conclusão de mestrados que já estão iniciados e que já têm algum trabalho de campo”.

A área de engenharia informática é uma das que tem mais procura em São Tomé, seguida da engenharia mecânica.

Crianças de São Tomé aprendem programação informática

No âmbito do protocolo de cooperação vai ser, também, implementado um programa de iniciação à informática, que preparará alunos do ensino básico a criar conceitos matemáticos e computacionais básicos através da linguagem de programação “Scratch”.

Este programa, que numa primeira fase irá envolver cerca de 500 crianças, é, para o presidente do ISEC, uma acção de enorme potencial para o país, uma vez que “há jovens em São Tomé que precisam de ser direccionados para formação em áreas profissionais com procura no mercado global”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com