Coimbra  22 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

IPO/Coimbra na incerteza: Deputados do CDS questionam Governo

6 de Junho 2018

Deputados do CDS questionaram, hoje, o Governo acerca de uma notícia do “Campeão” a dar conta de o IPO de Coimbra estar mergulhado na incerteza devido a eventual saída do presidente para o CHUC.
Isabel Galriça Neto, Ana Rita Bessa, Filipe Anacoreta Correia e Teresa Caeiro requereram ao ministro Adalberto Campos Fernandes que diga se confirma haver tal “transferência sido preparada sem qualquer aviso prévio ou consulta à estrutura directiva” do Centro Regional de Oncologia do Centro.
O governante também é instado a classificar uma declaração feita pela porta-voz da ARS/Centro, segundo a qual esclarecer o nosso Jornal se o gestor Carlos Santos vai permanecer na presidência do IPO de Coimbra “não é assunto relevante” para o organismo desconcentrado do Ministério da Saúde.
Em alusão a outra recente notícia – divulgada pelo Diário de Coimbra, de estar o Centro Regional de Oncologia do Centro, “há mais de um ano, à espera de um despacho conjunto dos ministérios da Saúde e das Finanças para a substituição dos seus dois aceleradores lineares de radioterapia” – os deputados centristas interpelam os ministros Adalberto Campos Fernandes e Mário Centeno.
“Confirmam os governantes que os referidos equipamentos estão obsoletos e em fim de vida, podendo avariar a qualquer momento, (…) e que esta situação foi demonstrada à tutela, pelo IPO de Coimbra, com indicação de dispor da verba necessária para a aquisição de novos equipamentos (cerca de 5,50 milhões de euros)”?, questionam Isabel Galriça Neto, Ana Rita Bessa, Filipe Anacoreta Correia e Teresa Caeiro.
Neste contexto, os sobreditos deputados do CDS perguntaram ao Governo “quando será emitido o despacho conjunto dos ministérios da Saúde e das Finanças para a substituição dos dois aceleradores lineares de radioterapia do IPO de Coimbra”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com